F1 – Comentários pós corrida – Sauber – GP do Japão 2015

domingo, 27 de setembro de 2015 às 6:58

Marcus Ericsson

Marcus Ericsson, 14º colocado
Eu fiz uma boa largada. No primeiro stint, tinha um ritmo razoável correndo em décimo lugar. Perto do final da corrida, estava forçando um pouco demais e tive uma espécie de meia rodada na curva 13, perdendo algum tempo. Isso foi uma pena. Nós taticamente fizemos a segunda parada mais cedo, sabendo que tínhamos um longo último stint com os pneus duros. Então consegui manter o pelotão de carros atrás de mim por muitas voltas, mas no final os pneus traseiros não podiam segurar mais. Acho que tivemos um desempenho melhor hoje, mesmo que o resultado não mostre isso. No entanto, ainda há coisas a melhorar.

Felipe Nasr, 20º colocado
A corrida começou bem. Eu ganhei algumas posições na largada, e tive algumas boas lutas e manobras de ultrapassagem no primeiro stint. De repente, tive uma sensação estranha no carro. Juntamente com a equipe, decidimos parar o carro e abandonar a prova. Agora temos de analisar isto, para compreender o problema.

Monisha Kaltenborn, Chefe de Equipe
Um fim de semana decepcionante do qual geralmente nós esperávamos mais. Depois da classificação, sabíamos que seria difícil largando daquelas posições. Marcus e Felipe fizeram boas largadas, e havia uma chance de pontuar. Infelizmente, não aconteceu. O carro de Felipe teve um problema não identificado, que precisa ser investigado. Marcus rodou, o que lhe custou algumas posições, mas ele continuou lutando.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.