F1 – Comentários pós corrida – McLaren – GP do México 2015

domingo, 1 de novembro de 2015 às 21:07

Jenson Button

Fernando Alonso, não completou
Tivemos um problema de velocidade de rotação no MGU-H – algo que vimos na noite passada, e, infelizmente, confirmado esta manhã. Não tivemos tempo suficiente para substituí-lo, por isso ficamos com duas opções: correr ou não correr. Escolhemos a primeira opção, e tentei fazer o máximo que podíamos, por respeito aos fãs incríveis aqui no México. Eu realmente queria ir para o grid, largar e depois ver o que acontecia. Foi apenas uma volta, mas, mesmo assim, eu gostei. Pelo menos nós tentamos: é sempre melhor tentar do que desistir. Foram duas longas semanas longe de casa, com zero ponto marcado. Foi extremamente gratificante ver o público aqui na Cidade do México – ele foi um dos melhores da temporada, abrilhantando todo fim de semana. Agora, é preciso colocar essa experiência para trás e olhar em frente para as duas corridas finais da temporada.

Jenson Button, 14º colocado
Os fãs mexicanos devem se sentir muito orgulhosos de si mesmos – eles foram incríveis por todo fim de semana. Por outro lado, não tenho muitas coisas positivas a dizer sobre a minha corrida. Os outros carros eram significativamente mais rápidos do que nós em linha reta. No entanto, em comparação com os carros do pelotão intermediário, éramos mais rápidos no último setor da volta. Eles nos passavam na reta, mas, depois, nós os ultrapassávamos nas curvas finais. Para ser justo, acho que nós perdemos mais potência em comparação com as outras equipes neste circuito de alta altitude.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.