F1 – Comentários pós corrida – Manor – GP da Hungria 2016

Pascal Wehrlein

Pascal Wehrlein

Pascal Wehrlein, 19º colocado
Foi uma corrida muito difícil hoje. Ficou claro desde muito cedo no fim de semana que esta não era a “nossa” pista e penso que isso se mostrou hoje. Fiz realmente uma boa largada e subi para a 17ª posição, e em seguida, até 16ª, mas não tínhamos carro para ficar lá ou lutar por mais. Acho ser algo positivo que, mesmo com todos esses fatores, ainda conseguimos manter uma Sauber atrás, mas ainda foi um desapontamento no geral. A próxima semana será muito movimentada e emocionante para mim. Com tudo isso acontecendo eu vou focar na corrida, porque quero lutar muito em Hockenheim e desfrutar da experiência da minha primeira corrida em casa na F1. Realmente espero descobrir que o nosso carro é mais adequado para essa pista, onde já dirigi muitas vezes e realmente adoro correr lá.

Rio Haryanto, 21º colocado
Mais uma vez, dividimos as estratégias entre Pascal e eu, para nos dar a melhor chance de um resultado. Não deu certo para nenhum de nós. Houve apenas um abandono hoje e nosso desempenho foi o máximo do carro aqui. Eu estava indo muito bem no início da corrida e parecia ser capaz de fazer um trabalho de uma parada. No pneu médio o ritmo não era, obviamente, bom, mas a degradação foi muito menor do que sobre os macios e é sempre bom tentar algo diferente dos outros carros em torno.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.