F1 – Comentários pós corrida – Haas – GP do México 2017

domingo, 29 de outubro de 2017 às 20:55

Kevin Magnussen

Romain Grosjean, 15º colocado
Não era para ser hoje. Começamos com super macios e foi difícil acompanhar os ultra macios, inicialmente. O contato com Fernando (Alonso) danificou meu carro. Eu não vi as filmagens então não sei, mas foi na curva 1 e perdi metade do assoalho. A partir daí, estava tudo acabado. Eu apenas tentei ficar na pista. Bom trabalho de Kevin e estou feliz pela equipe. Nós apenas precisamos melhorar nosso ritmo de corrida um pouco. A próxima pista, o Brasil, é uma que eu gosto, então espero por mais. Espero que possamos fazer uma boa corrida e tentar alcançar a Renault, e a Toro Rosso também não está tão longe.

Kevin Magnussen, 8º colocado
Isso foi como uma vitória. Foi incrível, e uma ótima maneira de recompensar todos pelo seu trabalho árduo. Foi uma corrida perfeita. Não poderia ter ido melhor. Nós poderíamos ter desistido e simplesmente jogado a toalha no ringue ontem – foi um dia muito difícil para todos nós. Ninguém desistiu, e todos sabem que não somos a pior equipe, ou que estamos na última fila. Nós devemos estar nos pontos, lutar no meio-campo e entrar no Top 10. Nós forçamos e estou muito orgulhoso da equipe por isso. Vamos continuar a lutar. Não vai ser fácil, podemos ver isso, mas continuaremos forçando no campeonato de construtores e nos divertiremos até o fim.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.