F1 – Comentários pós corrida – Haas – GP de Cingapura 2016

domingo, 18 de setembro de 2016 às 13:49
Esteban Gutierrez

Esteban Gutierrez

Romain Grosjean, não largou
Não há muito a dizer, honestamente. Eu perdi os freios e não podíamos correr assim. Não sei o que aconteceu. Eu sinto muito pelos caras. Eles deram o seu melhor em condições muito difíceis. É difícil para todos. No TL1 começou a ser difícil, perdendo a sessão. Nós agora temos que trabalhar muito para chegar à Malásia, conseguir o ajuste, as atualizações certas, ver onde tudo está funcionando, e esperar um fim de semana mais constante. Eu amo a corrida aqui em Cingapura e amo o desafio, mas este fim de semana simplesmente não foi nosso.

Esteban Gutierrez, 11º colocado
Não foi uma corrida fácil, mas acho que toda a semana estávamos muito consistentes. É essa consistência que está nos ajudando a compreender e trabalhar sobre os detalhes e realmente tentar melhorar. Eu perdi um pouco de tempo na largada e recuperar nessa pista é muito difícil. Tentando forçar os pneus, eu os superaqueci e eles começaram a piorar no final do stint. No entanto, acabamos em 11º, tão perto dos pontos novamente. Nós só precisamos nos manter otimistas e forçar para frente. Estou orgulhoso da equipe. Eles trabalharam muito bem juntos. Embora não tenha sido tranquilo neste fim de semana, acredito que na Malásia será melhor e teremos uma melhor compreensão do carro, que vai nos ajudar a atacar.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.