F1 – Colisão da Mercedes danificou mais de 1.000 peças nos carros

sexta-feira, 20 de maio de 2016 às 12:27
Mercedes

Mercedes

A colisão entre os dois carros da Mercedes no GP da Espanha resultou em mais de 1.000 peças que estão sendo verificadas ou substituídas antes da corrida do próximo fim de semana em Mônaco.

O acidente deixou os dois carros muito danificados e a equipe tem trabalhado sem parar para repará-los a tempo para Mônaco.

“Podemos ver a partir do impacto que houve uma série de danos,” disse o chefe operacional Rob Thomas. “Quando os carros voltaram para a garagem no circuito, muita análise já estava acontecendo, recebemos muitas chamadas telefônicas e fotografias e temos uma lista de peças danificadas, porque a nossa primeira prioridade é garantir que o carro seja seguro”.

“Esta lista descreve todas as partes que são suspeitas. Na lista havia mais de 1.000 peças – 1.200 peças – que voltaram para nós, ou danificadas ou que necessitavam de algum tipo de trabalho”.

Uma vez que as peças cheguem à fábrica, são testadas para verificar sua integridade estrutural ou rachaduras para decidir se estão aptas para uso ou precisam de mais reparos. Thomas disse que a equipe prioriza as peças necessárias para a segurança sobre o desempenho.

“É tudo sobre o compromisso e a tomada de decisões rápidas. A prioridade número um é ter certeza que o carro está seguro, por isso, cuidamos das peças de classe A, coisas como a suspensão, e essas peças tem que estar corretas, por isso, colocamos uma prioridade para elas”.

“Depois, olhamos para as peças de desempenho e sabemos que temos um carro muito competitivo. Então todos estão muito motivados para ter certeza que essas peças de desempenho estão perfeitas e que vamos na melhor condição possível para a pista”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.