F1 – Christian Horner: Red Bull ganhará apelação

terça-feira, 25 de março de 2014 às 18:07

Christian Horner

Christian Horner revelou as razões pelas quais a Red Bull “está extremamente confiante” que o carro de Daniel Ricciardo não quebrou as regras que regulam o fluxo de combustível no Grande Prêmio da Austrália.

Ricciardo terminou em segundo lugar em Melbourne, mas foi desclassificado após a corrida, quando os comissários decidiram que seu RB10 tinha ultrapassado várias vezes o limite de fluxo de combustível de 100 kg/h.

A Red Bull anunciou imediatamente que iria recorrer da decisão e o Tribunal Internacional de Apelação da FIA vai julgar o caso dia 14 de abril.

“Estamos apelando, alegando que acreditamos e estamos extremamente confiantes que não quebramos as regras, que não ultrapassamos os 100 kg/h de fluxo em nenhum momento” disse Horner. “Então essa será a razão para a nossa apelação, nós sentimos que temos um caso forte e iremos até o tribunal de recurso para decidir em última instância”.

O argumento dos campeões mundiais está centrado sobre a redação do Regulamento Técnico da FIA com o artigo 5.1.4 afirmando que ‘o fluxo de massa de combustível não deve ultrapassar 100 kg/h’. No entanto, como não diz que essa leitura tem que vir do sensor da FIA, a Red Bull sente que pode usar suas próprias medidas para provar que não violaram o regulamento.

“Todo o nosso caso é sobre o fato de que a leitura é correta”, o chefe da equipe acrescentou. “Nós temos um sensor (da FIA) que está flutuando e não está dando leituras corretas contra um outro sensor (da Red Bull) que sabemos estar calibrado e sabemos que não variou ao longo do fim de semana. Posteriormente foi verificado e considerado perfeito e não flutuou ou variou desde que foi instalado no carro antes do fim de semana”.

“Nosso argumento é muito simples – nós não quebramos o Regulamento Técnico: não ultrapassamos o limite de fluxo de combustível e o sensor da FIA está errado. Eu acho que o problema com a Diretiva Técnica, como informa na parte inferior do texto, é o parecer do Delegado Técnico – não é um regulamento, não é regulamentar, é puramente uma opinião”.

“Somos limitados pelo Regulamento Técnico e pelo Regulamento Esportivo. O Regulamento Técnico diz no artigo 5.1.4 que você não deve ultrapassar 100 kg/h de consumo de combustível – nós não fizemos isso. Portanto, nossa visão é que não quebramos as regras e as Diretivas Técnicas não tem valor regulamentar”.

A Red Bull vai disputar os GPs da Malásia e o do Bahrain antes de seu caso ser ouvido e Horner se recusou a revelar qual sistema irá utilizar para medir o seu fluxo de combustível nessas corridas.

“Esperamos ter um sensor que funcione de acordo com a tabela de combustível e não haja esta discrepância”, disse ele.

“Fundamentalmente isto é a coisa mais importante e, se houver uma variação ou um desvio, é algo que nós, obviamente, temos que discutir com a FIA e provavelmente não estaremos nessa sozinhos”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.