F1 – Chefes de equipe criticam regras aerodinâmicas de 2019

quinta-feira, 1 de novembro de 2018 às 12:54

Force India

Os chefes de equipe da Fórmula 1 descreveram as regulamentações aerodinâmicas de 2019 como um “grande passo para trás” em termos de desempenho, mas estão esperançosos de que as perdas possam ser rapidamente recuperadas.

A Fórmula 1 concordou com novas regras que permitirão a simplificação das asas dianteiras e outras pequenas mudanças introduzidas para a temporada 2019, na esperança de que elas levem a um aumento nas ultrapassagens, reduzindo a quantidade de ar sujo que sai do carro à frente.

No entanto, a principal desvantagem é que essas novas regras aerodinâmicas reduzirão drasticamente os níveis de downforce, diminuindo, portanto, o atual recorde de velocidade nas curvas e a rapidez que a F1 mostrou nessa temporada.

“É difícil ter uma imagem clara hoje [do que 2019 será], mas com certeza acho que vamos melhorar o motor. Ainda temos algumas dúvidas sobre os pneus e sobre o pacote aerodinâmico”, comentou Frederic Vasseur, da Sauber.

“Se você está falando sobre as regulamentações aerodinâmicas, é um enorme retrocesso. Acho que todos estão focados em recuperar o desempenho perdido. Não sei quando vamos nos recuperar e se conseguiremos ultrapassar, mas parece complicado”.

A Force India foi uma das duas equipes a testar uma asa dianteira de 2019 durante um teste na Hungria no início deste ano, e o chefe da equipe, Otmar Szafnauer, descreveu-a como um “passo gigantesco” para trás.

“Fizemos [um teste] e foi um passo significativo para trás”, disse ele. “Temos metas agressivas, não sabemos se conseguiremos atingi-las. Estamos tentando prever o futuro quanto ao que podemos encontrar, mas sim, foi um enorme retrocesso para nós”.

Enquanto isso, Franz Tost, da Toro Rosso, está esperançoso de que as perdas possam ser recuperadas rapidamente, mas está cético quanto a se os benefícios das ultrapassagens realmente serão realizados.

“Eu discuti isso com as pessoas no túnel de vento e, como parece atualmente, eles não acreditam que a ultrapassagem se tornará muito mais fácil. Portanto, não tenho certeza de que esta mudança de regulamentação terminará onde esperamos – que as ultrapassagens se tornarão muito mais fáceis”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP do Brasil de Formula 1 em 11 de novembro!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.