F1 – Chefes da Renault têm certeza que pontos não estão muito longe

Renault

Renault

Os chefes da Renault estão confiantes de que a fabricante será capaz de marcar pontos logo, depois de perder por pouco em seu retorno à F1 como uma equipe de fábrica na Austrália.

O novato Jolyon Palmer terminou em 11º, enquanto Kevin Magnussen se recuperou de um furo de pneu na primeira volta para ficar na 12ª posição.

O diretor de competição Frederic Vasseur, que supervisionou sua primeira corrida à frente da Renault, já tem como alvo um melhor ritmo na classificação, depois de Palmer e Magnussen serem os mais lentos pilotos no Q2.

“Foi muito encorajador para a equipe já que mostramos bom ritmo de corrida e uma boa base para construir”, disse Vasseur. “Precisamos dar uma olhada no nosso ritmo de classificação para nos levar mais para cima do grid e começar a obter alguns bons resultados, uma vez que teria sido muito melhor se marcássemos pontos!”

“Tanto Kevin e Jolyon fizeram um trabalho muito bom, foi uma pena Kevin sofrer um furo, mas o resto da tarde foi bem, especialmente para uma primeira corrida”.

Bob Bell, diretor técnico, reforçou os comentários de Vasseur.

“Ambos os pilotos dirigiram bem e o carro ainda parecia um pouco mais rápido do que o esperado”, disse ele. “Nós não marcamos pontos, mas não estamos muito longe. Isso é definitivamente o próximo alvo”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.