F1 – Chefe da Racing Point poderia ter saído no meio do ano

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018 às 10:48

Otmar Szafnauer

Otmar Szafnauer, chefe da Racing Point, recusou a chance de deixar a equipe no meio do ano quando a Force India entrou em administração.

Szafnauer era o chefe de operações na Force India, que sofreu um colapso neste ano e ressuscitou como uma nova companhia chamada Racing Point Force India.

A “nova” equipe, de propriedade de um consórcio liderado por Lawrence Stroll, nomeou Szafnauer como chefe e CEO. No entanto, ele teve oportunidades de sair durante o período de incerteza no qual o futuro da equipe estava em dúvida.

“Eu tive outras oportunidades, mas para mim é difícil dizer ‘mantenham-se unidos’ e então sair”, declarou Szafnauer ao site Autosport. “Seria bastante hipócrita fazer isso. Eu nunca considerei seriamente a possibilidade de ir para outra equipe a menos que esta certamente não fosse continuar”.

“Prefiro ser conhecido como aquele que agiu um pouco como o Capitão Sully (Chesley Sullenberger) no voo que pousou no Hudson, e não como o cara (Francesco Schettino) que estava no Costa Concordia que tombou no Mediterrâneo – ele foi o primeiro a sair do navio. Não gosto disso, é melhor ficar até o fim. Acabou sendo a decisão certa”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.