F1 – Carros de 2017 darão mais trabalho aos pilotos

quinta-feira, 28 de abril de 2016 às 15:20
Fórmula 1

Fórmula 1

As principais alterações técnicas dos carros para 2017 farão com que os pilotos trabalhem mais.

Essa é a opinião do ex-piloto de F1 e comentarista de televisão Marc Surer, após as reuniões de Londres esta semana continuarem a abrir caminho para carros mais largos, com asas e pneus maiores para o próximo ano.

Sugere-se que o ganho por volta poderia ser de até cinco segundos.

“A Fórmula 1 será mais difícil, novamente”, disse Surer à emissora alemã Sky.

“Eles querem separar o joio do trigo com forças de 5G nas curvas, que é fisicamente muito mais exigente e requer mais coragem a 300 km/h”.

Surer disse que é esse o desafio que tem faltado à F1 nos últimos anos.

“Antes, se alguém se sentasse em um carro da F1 pela primeira vez, ele não podia fazer mais do que 20 voltas, porque não conseguia manter a cabeça para cima. Mas hoje em dia, não está tão exigente”, explicou.

Como Toto Wolff, da Mercedes, já apontou, Surer admite que há um risco de uma equipe encontrar brechas no novo conjunto de regras e dominar totalmente. E o alto custo das novas regras também coloca mais pressão sobre as equipes menores já em dificuldades.

“Sim, isso é verdade”, Surer disse. “Mas cada equipe constrói um carro novo para cada temporada de qualquer maneira, de modo que o desenvolvimento continua a ser o mesmo – as horas no túnel de vento estão limitadas”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.