F1 – Câmeras de alta velocidade obrigatórias em testes e corridas em 2016

quarta-feira, 14 de outubro de 2015 às 15:00

Acidente de Fernando Alonso em Barcelona

Os regulamentos esportivos de 2016 foram publicados, e determinam que câmeras de alta velocidade devem ser instaladas em todos os carros que participarem em eventos a partir do próximo ano.

O Artigo 21.2 (b) do atualizado Regulamento Esportivo de 2016 determina:

“Para efeitos de análise de acidentes, cada carro deve estar equipado com uma câmera de alta velocidade fabricada pelo fornecedor e na especificação determinada pela FIA. Ela deve ser montada no carro durante cada evento e em todos os testes que participam mais de uma equipe. As equipes devem usar seus melhores esforços para garantir que a câmera esteja em condições de funcionamento em todos os momentos”.

A Magneti Marelli revelou os dispositivos no GP da Itália, em setembro, onde Tom Hyder, gerente técnico, disse que as câmeras serão montadas na estrutura de proteção da frente do cockpit, perto do volante, direcionada para o piloto. A altura ainda será determinada, já que a Magneti Marelli está atualmente trabalhando com as equipes para encontrar uma posição ideal.

As câmeras devem estar ativas durante todos os testes, o que significa que a filmagem estará disponível para a FIA em caso de um acidente nos testes. Isto após o misterioso acidente de Fernando Alonso no circuito da Catalunha, em janeiro, que resultou no espanhol faltando ao GP da Austrália depois de uma breve permanência no hospital. Sem câmeras a bordo, nem imagens de TV, a FIA teve que confiar nos dados da McLaren para descobrir as circunstâncias do acidente.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.