F1 – Button aceita o atraso do halo por ‘razões de segurança’

quarta-feira, 3 de agosto de 2016 às 14:39
Jenson Button

Jenson Button

Jenson Button diz que está satisfeito com o raciocínio por trás da decisão de adiar a introdução de um dispositivo de proteção do cockpit até 2018, apesar da esperança de que seria introduzido mais cedo.

O controverso dispositivo estava na iminência de ser aprovado para sua introdução em 2017 depois de receber o apoio dos pilotos, quando o Grupo de Estratégia o cancelou devido a preocupações de que não tenha feito quilometragem suficiente no “mundo real”.

Button, que sempre apoiou o dispositivo, diz que está satisfeito em esperar até 2018 por razões de segurança, mesmo que ele sinta ter muitas razões para sua introdução agora.

“Todos nós discutimos 45min em Budapeste sobre o halo e seus aspectos positivos com a FIA – não parecia ter qualquer coisa negativa naquele momento”, disse o piloto da McLaren. “Mas acho que não houve quilometragem suficiente com ele, não houve qualquer pilotagem real com o sistema, então acho que o próximo ano é muito cedo para colocá-lo no carro”.

A FIA pediu que todas as equipes e pilotos contribuíssem para o desenvolvimento do halo, testando o protótipo durante as sessões do TL1 até o final do ano. Até agora, apenas a Ferrari e Red Bull testaram o dispositivo, no entanto, mesmo assim, foram feitas poucas voltas lentas de instalação.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.