F1 – Brawn: 25 corridas não são ruins para a categoria

quinta-feira, 13 de julho de 2017 às 12:19
Ross Brawn

Ross Brawn

Ross Brawn não exclui uma expansão do calendário da Fórmula 1 para ter 25 corridas.

Recentemente, depois que Lewis Hamilton e Fernando Alonso ameaçaram parar se houver 25 corridas no futuro, o CEO da F1, Chase Carey, disse que sua primeira prioridade é fazer o cronograma de 21 corridas para 2018 o mais bem sucedido possível.

Mas agora os rumores sobre 25 corridas estão de volta.

Brawn, o chefe esportivo da F1 sob o novo regime da Liberty Media, disse: “25 corridas – uma em cada fim de semana. Não é uma vida de trabalho ruim, não é?”

“Não faz muito tempo que os pilotos testavam todas as semanas”, disse ele ao jornal The Telegraph.

Carey falou de seu desejo de misturar circuitos de F1 tradicionais com novos locais excitantes como Nova York ou Miami e, nas palavras de Brawn, chegar a “um ou dois novos continentes”.

Sean Bratches, chefe comercial da F1, diz que a categoria tem muitas opções para escolher.

“Desde que eu cheguei aqui, provavelmente 30 países, regiões ou principados ficaram interessados em levar a Fórmula 1 para suas cidades, seus países”, disse ele à agência de notícias AP.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.