F1 – Arrivabene descarta provocação de Ecclestone

Maurizio Arrivabene

Maurizio Arrivabene desafiou Bernie Ecclestone a tirar o seu passe em resposta a uma provocação na qual o britânico disse o chefe da Ferrari era “um personagem para si mesmo e não para a F1”.

Arrivabene tem sido uma figura impressionante como o novo chefe de equipe da Ferrari até agora em 2015, com o seu relacionamento com a mídia, suas incomuns incursões e sua presença marcante no paddock o fazendo sem dúvida, um membro mais visível do paddock do que seus antecessores, Stefano Domenicali e Marco Mattiacci.

No entanto, esta não é uma opinião partilhada por todos, com Ecclestone o rejeitando como uma boa figura para a promoção da categoria, dizendo que sua personagem é mais para si mesmo do que para a F1. É uma crítica que Arrivabene ignorou, dizendo que ele não está incomodado se Ecclestone gosta dele ou não.

“Eu não ouvi nada sobre isso, mas você pode dizer ao Sr. Ecclestone que ele pode tirar o meu passe amanhã de manhã, se ele quiser”, disse levantando seu crachá de passe livre no paddock. “Se ele não gosta de mim, então tudo bem, o que eu posso fazer? Eu não vou mudar porque ele está me pedindo para mudar”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.