F1 – Arrivabene: “A Mercedes estava confiante demais”

segunda-feira, 25 de maio de 2015 às 12:55

Maurizio Arrivabene

Maurizio Arrivabene da Ferrari acredita que o excesso de confiança da Mercedes custou a vitória de Lewis Hamilton no GP de Mônaco.

Hamilton tinha uma vantagem de 24s sobre Nico Rosberg e Sebastian Vettel, da Ferrari, quando o carro de segurança foi chamado, faltando 15 voltas para terminar.

A Mercedes decidiu chamar Hamilton para pneus mais novos como medida de precaução, já que ele estava reclamando de falta de aderência, mas Rosberg e Vettel optaram por não entrar e Hamilton acabou terminando em terceiro lugar.

Perguntado se eles consideravam chamar Vettel, Arrivabene respondeu: “Não, na verdade, foi o oposto e estávamos nervosos no início pensando se eles (Mercedes) parariam. Estávamos analisando e nosso estrategista disse: ‘Vamos ficar frios, eles estão fazendo uma espécie de show’. De qualquer maneira, ele disse que se eles entrarem, deveríamos ficar de fora. Ele foi realmente direto sobre isso e estava certo. Sei que tivemos sorte (para chegar em segundo), não estou dizendo nada diferente”.

“(Mas), na minha opinião, eles foram um pouco convencidos demais de sua força. Reconheço que são muito inteligentes e mais fortes que nós, mas desta vez, fomos mais espertos”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.