F1 – Absurdo sistema de penalidade de grid poderia piorar em 2018!

sexta-feira, 22 de setembro de 2017 às 12:26
Unidade de potência Honda

Unidade de potência Honda

A FIA reduziu ainda mais o número de componentes permitidos do motor de Fórmula 1 para o próximo ano, uma restrição que poderia potencialmente piorar o impacto do sistema ridículo de penalidade de grid da categoria.

O número de unidades de combustão interna (ICE), turbo e MGU-H alocados ao longo da temporada de 21 corridas cai de quatro para três.

Mas o limite de uso associado ao MGU-K, bateria e controle eletrônico é reduzido de quatro para apenas dois elementos!

Não é necessário dizer que, se o atual sistema de penalidade de grid da Fórmula 1 permanecer em vigor na próxima temporada, isso poderia mais uma vez causar estragos nas posições de largadas dos pilotos.

O absurdo recente de Monza – e amplamente noticiado – de 150 penalidades de grid pode se tornar uma ocorrência regular na última parte do próximo ano.

Como lembrete, com base no limite de quatro componentes deste ano, oito pilotos – incluindo todos aqueles com motor Renault ou Honda – já ultrapassaram o limite deste ano de quatro elementos de cada componente alocado.

A FIA, juntamente com o Grupo de Estratégia da F1, está sendo forçada para alterar o sistema de penalidade de grid da F1, que inicialmente foi introduzido como um meio de reduzir os custos após a introdução de motores híbridos nas corridas.

Uma solução alternativa ainda não foi apresentada.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.