Ecclestone: A Fórmula 1 precisa novamente de um motor Cosworth

segunda-feira, 12 de outubro de 2015 às 13:37

Bernie Ecclestone

Bernie Ecclestone acha que a F1 precisa de um motor cliente da Cosworth para as equipes terem opções depois de ver a Red Bull mais perto de desistir da categoria em Sochi.

Na sexta-feira a Auto Motor und Sport relatou que a Ferrari tinha decidido contra fornecer motores à Red Bull em 2016, aparentemente deixando a equipe enfrentando a perspectiva de tentar um retorno à Renault ou se afastando da categoria completamente. A única outra opção seria a Honda, embora a empresa japonesa descartasse a possibilidade, uma vez que tenta corrigir os problemas que têm atormentado o seu retorno para o grid com a McLaren em 2015.

Falando sobre a situação Ferrari, ele disse: “Vamos ver. Muitas vezes quando as pessoas dizem não a algo, elas realmente não queriam dizer não, queriam dizer talvez. Então vamos ver”.

A Mercedes já rejeitou suprir com motores à Red Bull, temendo os efeitos de fornecer sua dominante unidade de potência à uma equipe vencedora. Com a Ferrari supostamente fazendo o mesmo, Ecclestone lançou a ideia de um motor cliente da Cosworth para que as equipes recorram em situações similares ou se quisessem se juntar ao grid a partir do zero.

Quando perguntado se as fabricantes atuais têm muito poder na F1, Ecclestone respondeu: “Até certo ponto, sim. Se você tivesse uma equipe e a Mercedes estivesse lhe fornecendo motores e se ela quisesse um voto em alguma coisa, você tem que concordar e votar como ela quiser. De outra forma talvez você não recebesse mais o motor que está recebendo”.

“Precisamos de outra Cosworth – é basicamente o que nós queremos. Onde você e eu poderíamos começar uma equipe e saber onde conseguir um motor. Hoje nós não sabemos”.

A Cosworth, que ocupa o segundo lugar em vitórias na F1 como fornecedora de motores atrás da Ferrari, esteve no grid recentemente, em 2013, com a Marussia e até projetou um motor V6 turbo para 2014.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.