DTM – Mercedes: Vitória “não significa que resolvemos os problemas”

segunda-feira, 19 de maio de 2014 às 15:41

Christian Vietoris

A vitória de Christian Vietoris em Oschersleben não muda o fato de que a Mercedes está num período de transição com o seu programa da DTM, de acordo com Wolfgang Schattling.

O chefe da Mercedes na DTM ainda acredita que o C-Coupe está abaixo em velocidade pura e simples em comparação com o Audi RS5 e o BMW M4, apesar da vitória de Vietoris na pista molhada e disse que a equipe vai continuar com um intenso período de reestruturação após a saída de Gerhard Ungar há uma semana.

“Nós não devemos nos seduzir por este sucesso”, disse Schattling. “Pois isso não significa que vamos estar na mesma posição na Hungria. Ainda não estamos onde queremos estar, temos de melhorar o nosso desempenho”.

Schattling também confirmou que os recrutamentos externos são uma possibilidade.

“O primeiro passo é analisar o que está errado. O segundo passo é analisar o que podemos fazer para corrigir o problema. A etapa três é colocar as pessoas certas nas posições certas. O passo quatro é recrutar pessoas de outro lugar, se necessário”, disse ele.

“Se após a etapa três, nós pensamos que está tudo bem, nós chegamos à conclusão, estamos reestruturando, encontramos os processos corretos e que não precisamos de ninguém além do que já temos, então tudo bem. Se não, nós vamos continuar”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.