DTM – Da Costa diz que escolha não é tapa-buraco

terça-feira, 17 de dezembro de 2013 às 14:16

Antonio Felix da Costa insiste que não vê a DTM com um tapa-buraco na sua carreira depois de ser preterido na promoção para a F1 pela Red Bull.
O piloto português perdeu para o campeão da GP3 Daniil Kvyat na disputa por um assento da Toro Rosso para o próximo ano, mas continua tendo o apoio da Red Bull e conseguiu um contrato com a BMW na DTM.

Enquanto o piloto de 22 anos continua de olho na F1, ele também está interessado em progredir na categoria alemã.

“Quando descobri que não estava indo para a F1 foi um grande desapontamento”, disse da Costa. “Mas agora eu tenho um grande futuro. Por um lado tenho um contrato com uma grande montadora como a BMW, o que é ótimo. Por outro eu ainda posso testar e ser piloto reserva para a Red Bull na F1”.

“Então se alguma coisa aparecer vindo da F1, eu estarei no lugar perfeito para aproveitar, mas se não vier então posso me ver correndo na DTM por muitos anos”.

“No momento, a longo prazo, não posso ficar mais satisfeito. Eu fiquei surpreso em ver como a DTM funciona, especialmente a BMW porque eles cuidam disto como a F1”.

“A DTM abrirá novas perspectivas para eu aprender, então como piloto posso me desenvolver, e é tão competitiva que você precisa estar no limite todo o tempo”.

 

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.