Brundle quer que a F1 reconsidere os veículos de resgate

terça-feira, 7 de outubro de 2014 às 13:14

Resgate de Jules Bianchi em Suzuka

Martin Brundle acha que o acidente de Jules Bianchi no GP do Japão destaca a necessidade de considerar a maneira como os veículos de resgate são utilizados na F1.

Bianchi está em tratamento intensivo após sofrer ferimentos graves na cabeça quando aquaplanou para fora da pista na curva 7 e bateu num trator de resgate. O incidente foi estranhamente similar à batida de Brundle na mesma curva em 1994, quando ele rodou para fora do circuito sob forte chuva, enquanto bandeiras amarelas estavam sendo acenadas, quase batendo num veículo de resgate, mas atropelando um bandeirinha, que sofreu uma fratura na perna.

Brundle disse que o incidente em Suzuka mostra como é perigoso colocar um veículo de resgate ao lado da pista.

“A minha preocupação, e eu já a expressei muitas vezes, é ter essas coisas (veículos de resgate) na pista”, Brundle disse à Sky Sports F1 no final da corrida de domingo. “Eu quase perdi minha vida contra um deles, mas escapei por pouco e depois atropelei um bandeirinha. Obviamente, tenho sérias preocupações, se isto for um incidente que finalize sua carreira ou mais grave que isso”.

“Estas coisas são muito altas, e você está sentado muito baixo, especialmente naquela curva, porque continua virando à esquerda, então estará indo contra as barreiras, se sair da pista, não há nenhuma maneira de recuperar, você estará indo muito rápido”.

Tendo experimentado um acidente semelhante, Brundle entende como é fácil de rodar para fora da pista na chuva pesada, mesmo quando cumpre ativamente as regras sob condições de bandeira amarela.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.