Boullier quer ‘ditadura’ na Fórmula 1

quarta-feira, 16 de setembro de 2015 às 13:07

Christian Horner e Eric Boullier

Eric Boullier, diretor esportivo da McLaren, tem reforçado os pontos de vista de Christian Horner, da Red Bull, pedindo uma maior “ditadura” de quem está no poder, num esforço para moldar um futuro para a Fórmula 1.

O Grupo de Estratégia da F1 foi criticado por sua incapacidade de avançar com uma série de mudanças nos regulamentos técnicos e esportivos, já que os interesses de várias equipes repetidamente se chocavam, não havendo acordo pela maioria.

Depois da crescente pressão pública para colocar os interesses da categoria em primeiro lugar, um esforço orquestrado pelas equipes, FIA e FOM posteriormente estabeleceu um quadro para o futuro da F1, com uma grande mudança nos regulamentos planejada para 2017.

Mesmo assim, a eficácia do Grupo de Estratégia continua a ser debatida por equipes, com Horner sendo um dos seus críticos mais francos e incentivando a FIA e a FOM a estabelecer um maior controle e desafiando as equipes a aceitarem as suas recomendações ou deixarem a categoria.

É uma visão que Boullier compartilha, sugerindo que a ‘dona do show’ deve ditar a direção da categoria, não as equipes.

“A história é que a dona do show deve ditar o que ela quer, nada mais”, disse ele. “Isso é assim para o show. Se você gostar, você entra e aproveita. Se você não gostar, você vai embora, nada mais”.

“Somos concorrentes e quanto mais democrático for o paddock, menos disputas vamos ter. Vai depender de quem comanda”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.