WEC – Senna aposta no ritmo nas 6 Horas do México

Bruno Senna

Bruno Senna

Bruno Senna e seus companheiros, os franceses Nicolas Prost e Julien Canal, largarão da terceira posição do grid, mas têm plena confiança num resultado ainda mais positivo nas 6 Horas do México, quinta etapa do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC. Mesmo sendo o mais veloz entre os protótipos da LMP2 no qualifying deste sábado, Bruno foi superado na média das melhores voltas depois da entrada de Canal na pista, deixando o carro da Rebellion Racing atrás do Alpine A470-Gibson de André Negrão, Nicolas Lapierre e Gustavo Menezes e do Oreca-Gibson dos líderes Ho-Pin Ting, Oliver Jarvis e Thomas Laurent. A largada está prevista para as 14 horas (Brasília|), com transmissão ao vivo dos 90 minutos iniciais pela Fox 2.

Bruno recebeu o desfecho da sessão classificatória com tranquilidade. “Dentro da atual relação de forças, foi o que deu para fazer. Foi legal também fazer a melhor volta da categoria. Seria importante sair na frente do trio que está na frente do campeonato, mas o ritmo do carro nos treinos livres nos deixou bastante animados. Está muito consistente, virando sempre tempos parecidos, e nos dá confiança em fazer uma grande corrida”, comentou.

O Mundial de Endurance está de volta ao México depois da estreia do país na categoria. A exemplo do ano passado, o público esperado deverá ser o maior do atual calendário. Bruno venceu em 2016 ao lado do local Ricardo Gonzalez e do português Filipe Albuquerque. Com 70 pontos e dividindo a segunda colocação da LMP2 com Canal, Bruno depende não apenas dos próprios esforços, mas precisa contar com algum imprevisto com os líderes que os ajudem a reduzir a desvantagem de 46 pontos. Como o FIA WEC segue o mesmo sistema de pontuação da Fórmula 1, concedendo 25 pontos por vitória e 18 ao segundo, é enorme o desafio que Bruno tem na corrida pelo título ao longo do restante da temporada.

Os melhores do grid da LMP2 no Autódromo Irmãos Rodriguez:

1 – André Negrão, Nicolas Lapierre e Gustavo Menezes (Alpine A470-Gibson), 1min32s809

2 – Ho-Pin Tung, Oliver Jarvis e Thomas Laurent (Oreca-Gibson|), 1min33s105

3 – Bruno Senna, Nicolas Prost e Julien Canal (Oreca-Gibson), 1min33s605

4 – Roman Rusinov, Pierre Thiriet e Alex Lynn (Oreca-Gibson), 1min34s002

5 – Ricardo Gonzalez, Simon Trummer e Vitaly Petrov (Oreca-Gibson), 1min34s051

6 – Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Heinemeier Hensson (Oreca-Gibson), 1min34s12

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.