Silverstone renova contrato com a F1 até 2024

Silverstone

Os chefes do circuito de Silverstone assinaram um novo contrato de cinco anos com a Liberty Media que vai manter a sede do GP da Inglaterra no calendário da Fórmula 1 até 2024.

Em julho de 2017, os dirigentes da pista acionaram uma cláusula de quebra no acordo atual do GP da Inglaterra que havia sido assinado com Bernie Ecclestone em 2009.

Com isso, Silverstone desistiu das temporadas 2020-26 restantes naquele contrato, em meio à incerteza financeira relacionada a um aumento de 5% nas taxas do acordo original, o que teria elevado os custos para até 26 milhões de libras.

O interesse recente da Liberty Media de realizar uma prova em Londres havia levantado novas dúvidas sobre a probabilidade de Silverstone renovar seu contrato.

Entretanto, em uma conferência de imprensa com Chase Carey, CEO da F1, Stuart Pringle, diretor de gerenciamento de Silverstone, e John Grant, presidente do British Racing Drivers’ Club – proprietário do circuito – o novo acordo foi anunciado oficialmente nesta quarta-feira.

“Nós estamos realmente satisfeitos por confirmar que o GP da Inglaterra ficará no calendário do campeonato mundial de F1 por pelo menos cinco anos, com o evento permanecendo em sua casa de longa data, o circuito de Silverstone”, declarou Carey.

“Nós sempre dissemos que, se quiser ter um futuro a longo prazo, nossa categoria deve preservar seus locais históricos, e Silverstone e a Inglaterra representam o berço desse esporte, seu ponto de partida em 1950”.

“Hoje, a F1 é um esporte global realizado em cinco continentes, assistido por uma audiência superior a 500 milhões de fãs no mundo todo, e nossa meta é aumentar esse número levando o esporte que amamos para novos países sem esquecer suas raízes: Silverstone e o GP da Inglaterra são uma parte integral dessa visão”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.