Sette Câmara sai do Bahrain com a volta mais rápida da F2

Sette Câmara

Sette Câmara

Terminou neste domingo a rodada de abertura do Campeonato Mundial da F2. A pista de Sakhir, no Bahrain, recebeu os 20 pilotos que compõe o grid para as duas primeiras etapas.

Fazendo sua estreia na categoria o piloto brasileiro Sérgio Sette Câmara teve um fim de semana de muito trabalho e, sobretudo, aprendizagem do novo equipamento e, também, do formato das atividades e também, das disputas.

Depois dos seis dias de testes da Pré-Temporada o piloto chegou animado ao Bahrein e, no único treino livre que compôs a programação ele fez o 11º tempo. Ainda na sexta-feira os pilotos voltaram ao traçado para a tomada de tempos e, com a marca de 1m40s168, Sérgio ficou com a 10ª posição, uma a frente de seu companheiro de equipe, o inglês Jordan King.

A primeira corrida do fim de semana foi disputada na tarde de sábado e, com a ansiedade normal de uma estreia, Sette Câmara conseguiu fazer uma boa prova. Logo na largada ele caiu quatro posições, mas, conseguiu se manter na pista e seguiu em uma consistente apresentação. Com voltas rápidas e conhecendo o desenvolvimento do carro com o desgaste dos pneus o brasileiro fez seu pit stop na 20ª volta. Em um bom trabalho a equipe conseguiu devolver o piloto para a pista no 13º lugar, posto em que ele recebeu a bandeirada final.

Neste domingo, então, foi realizada a segunda prova. Após boa largada Sette Câmara buscou um posicionamento que lhe permitisse ganhar posições. Porém, na segunda curva, ele foi tocado Stefano Coletti o que acabou ocasionando um furo em seu pneu traseiro. O piloto foi para o box, a equipe trocou os pneus e ele voltou para a pista. Porém, sentindo o carro muito instável, Sérgio voltou aos boxes na volta seguinte, com a suspeita de uma quebra na suspensão. A equipe trabalhou rápido, fez o ajuste necessário e liberou o piloto para voltar à pista. Sem a menor chance de disputa, uma vez que estava longe do pelotão, Sette Câmara passou a impor um ritmo muito forte. Volta a volta ele buscava seus limites e o do carro e, com isso, foi conhecendo bastante o carro. A cinco voltas para o final a equipe chamou Sérgio para mais um pit-stop e, a esta altura, já com o carro bem mais leve que no início da corrida, ele cravou a volta mais rápida da prova com o tempo de 1m43s950.

“Acho que tive um fim de semana muito produtivo. Consegui o que todos dizem ser a coisa mais difícil para os iniciantes que foi me adaptar bem ao carro, à pista e fazer uma boa volta na classificação com apenas um treino. Fiquei à frente do meu companheiro de equipe. Na primeira corrida, eu estava pela parte suja da pista e acabei perdendo um pouco de aderência. Mas, depois fiz uma boa corrida, aprendi muito sobre tudo, principalmente, o desgaste dos pneus. Hoje, infelizmente, depois que recebi o toque não tive mais o que fazer, mas, foi uma boa prova. No fim ainda consegui fazer a volta mais rápida da corrida, que mostra que, acima de tudo, temos um carro realmente rápido e competitivo”, contou o piloto.

O Mundial de F2 retoma suas atividades daqui um mês. A segunda rodada do Campeonato será disputada entre os dias 12 e 14 de maio em Barcelona, na Espanha.

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.