Rosberg não sente “nenhuma falta” da F1

Nico Rosberg

Nico Rosberg diz que não sente “nenhuma falta” da Fórmula 1.

O alemão, agora com 33 anos, se aposentou aos 31 apenas alguns dias depois de conquistar o título de 2016. Falando à emissora alemã ZDF, ele garante que não se arrepende.

“Eu não sinto nenhuma falta, e isso é uma coisa importante para mim”, declarou ele. “Naquela época, quando eu decidi deixar a categoria, não tinha ideia de como me sentiria em dois ou três meses ou um ano”.

Rosberg admite que parar de correr pela primeira vez desde sua infância “não foi fácil”.

“Foi uma parada completa. Algo fundamental em minha vida desapareceu de repente”, explicou ele. “Felizmente, eu tinha minha família e outras paixões. Encontrei rapidamente um novo caminho para mim. Foi a melhor decisão”.

De fato, Rosberg afirma que frequentemente se sente aliviado quando tem um lembrete de como o automobilismo é perigoso.

“Preciso confessar, há momentos nos quais vejo alguma coisa na pista e penso ‘ainda bem que não estou naquele carro’”.

“Veja Baku. Nós atingimos 360 km/h no meio de uma cidade e existe um muro na sua frente. Ao contrário de alguns outros pilotos, não sou absolutamente destemido. Sim, eu ficava assustado em certos momentos”.

 

LS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.