Ricardo Baptista faz o melhor tempo no treino livre da Porsche Cup

Ricardo Baptista em 2012

Ricardo Baptista

Trinta e sete milésimos de segundo. Essa foi a diferença que significou a Ricardo Baptista a primeira posição no treino livre para a prova da Porsche Cup preliminar do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1. Líder do campeonato e com chances de conquistar o título por antecipação, Baptista ficou à frente de seu maior adversário, Clemente Lunardi. Marcel Visconde terminou o treino a apenas 191 milésimos de Lunardi, enquanto Fábio Viscardi, terceiro postulante à taça de campeão, fez o quarto tempo.

O forte calor e as condições da pista representaram grandes desafios para os 18 pilotos que marcaram tempo no treino. “A borracha deixada pelos pneus da Fórmula 1 deixa o carro muito escorregadio”, explicava Baptista. “Tentamos mexer no acerto, mas a pista estava muito inconstante. Muito óleo foi derramado nela, e isso dificultou nosso entendimento do comportamento do carro. Foi um treino confuso quanto ao acerto, mas produtivo”, prosseguiu. “O carro ficava ora dianteiro, ora traseiro de uma vez. Na curva do Café, por exemplo, havia muita sujeira no nosso traçado.”

Clemente Lunardi, segundo colocado, ficou no topo da folha de tempos durante a primeira parte do treino. E concordou com Baptista a respeito das condições do asfalto. “Está difícil lutar contra a sujeira e o óleo. Mas temos de nos adaptar, pois isso é igual para todos. Este evento é único: a vibração da torcida é muito grande, e também há o desafio imposto pelas condições da pista”, diz.

Marcel Visconde aponta outro efeito direto do forte calor: “O carro perde rendimento, do ponto de vista da aderência, sistematicamente, a cada volta. Atribuo as dificuldades muito mais ao calor do que à pista em si. A situação de calor é tão crítica que você não consegue abusar para saber se os pneus entregam melhores tempos ou não”.

Entre as novidades desta etapa estão as voltas de Tom Valle, vencedor da terceira prova de 2012, realizada no autódromo do Algarve, em Portugal, e de Cristiano Piquet, que correu nas categorias Cup e Challenge em 2011. Valle esteve afastado das corridas desde junho por motivos particulares e terminou em oitavo lugar. Piquet, por sua vez, deixou de treinar na segunda metade do treino para que fosse feito um reparo em uma mangueira de seu carro.

Resultado do treino livre da Porsche Cup:

1) 27-Ricardo Baptista, 1:40.029, média de 155,079 km/h
2) 7-Clemente Lunardi, 1:40.066
3) 55-Marcel Visconde, 1:40.257
4) 81-Fábio Viscardi, 1:41.053
5) 53-Ronaldo Kastropil, 1:41.057
6) 70-Marcelo Franco, 1:41.086
7) 52-Roberto Posses, 1:41.106
8) 99-Tom Valle, 1:41.297
9) 89-Daniel Paludo, 1:41.317
10) 40-Maurizio Billi, 1:41.420
11) 51-Otávio Mesquita, 1:41.455
12) 13-Pedro Queirolo, 1:41.558
13) 75-Henrique Assunção, 1:41.719
14) 36-Charles Reed, 1:41.817
15) 63-Sérgio Ribas, 1:41.994
16) 18-Zeca Feffer, 1:42.334
17) 11-Omilton Visconde Júnior, 1:42.403
18) 8-Cristiano Piquet, 1:42.820
19) 10-Adalberto Baptista, sem tempo
Porsche Challenge: Azevedo e Sylvio lideram treino com os seis primeiros colocados no mesmo segundo

Equilíbrio total. Assim como já havia acontecido na Porsche Cup, o treino livre para a prova 10 da Porsche Challenge, que será realizada neste domingo como preliminar do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, foi marcado pelas pequenas diferenças de tempo entre os primeiros colocados. Eduardo Azevedo foi o mais rápido do dia, superando Sylvio de Barros por apenas 16 milésimos de segundo. E menos de um segundo separou a marca de Azevedo da de Daniel Schneider, sexto colocado.

Azevedo, vencedor da preliminar da Challenge em 2011, evitou fazer comparações que o apontassem como favorito para o próximo domingo: “Vamos com calma”, ponderou. “Este foi só foi um treino livre e os caras estão muito rápidos. A pista está bem ruim, escorregadia, pior do que aquela que estamos acostumados a encontrar aqui. Está muito quente e o carro demora para assentar, ter aderência”, analisou. “A borracha da Fórmula 1 é incompatível com a nossa. Comecei o treino com um acerto que não estava legal. Parei, amoleci o carro e ele ficou bom.”

Líder do campeonato, Sylvio ficou satisfeito com o resultado do treino. “O segundo lugar fui muito melhor do que eu esperava com pneus usados, de 30 voltas. Não valia a pena colocar um jogo novo nesse asfalto do jeito que está. Tentarei largar o mais próximo possível da ponta e, com pneus novos, acho que serei competitivo para lutar pela pole”. Líder do campeonato, Sylvio pode encerrar a luta pelo título com uma etapa de antecipação. Para isso, precisa vencer a prova de domingo. Mas sabe que, para isso, terá trabalho para superar seus adversários. Daniel Schneider, vice-líder do campeonato e sexto colocado no treino, fez uma provocação bem humorada: “Avisem ao Sylvio que este fim de semana terá vencedores com sobrenomes alemães: Vettel e Schneider. O Sylvio pode até ser campeão, mas não vai ser neste fim de semana!”.

Um dos destaques do treino foi o paranaense Guilherme Ribas. Terceiro colocado, ele vem tendo bons desempenhos ao longo da temporada: “A pista estava muito escorregadia e difícil, mas me adaptei bem a ela. Eu estava confortável no carro e fiz um acerto que se revelou bom”. Fábio Alves e Marcelo Stallone também tinham motivos para satisfação com o resultado do treino livre: terminaram respectivamente em quarto e quinto lugares.

Esta etapa terá um piloto estreante no grid: o paulista Carlo Collet, pentacampeão do Rali dos Sertões na categoria quadriciclos. Experiente, Collet começou a correr no kart e passou por ralis de velocidade e provas de categorias de turismo em asfalto. “Ainda estou me adaptando ao Porsche, mas já posso dizer que achei o carro excepcional e a categoria muito bem organizada”, elogiou.

Resultado do treino livre da Porsche Challenge:

1) 88-Eduardo Azevedo, 1:42.557, média de 151,256 km/h
2) 1-Sylvio de Barros, 1:42.573
3) 25-Guilherme Ribas, 1:42.998
4) 63-Fábio Alves, 1:43.096
5) 17-Marcelo Stallone, 1:43.124
6) 77-Daniel Schneider, 1:43.354
7) 81-Gilberto Farah, 1:43.707
8) 4-Gui Affonso, 1:43.755
9) 16-Ludovico Pezzangora, 1:43.946
10) 11-Johnny Freire, 1:44.023
11) 19-Franco Giaffone, 1:44.137
12) 9-Edu Guedes, 1:44.148
13) 18-Carlos Ambrósio, 1:44.321
14) 66-Bruno Henriques, 1:44.752
15) 69-Esio Vichiese, 1:45.080
16) 10-Carlos Silveira, 1:45.282
17) 57-Jorge Borelli, 1:45.408
18) 55-Caê Coelho, 1:45.436
19) 23-Carlo Collet, 1:46.149
20) 31-Marcello Sant’Anna, 1:46.683

A programação é a seguinte:

Sábado, 24 de novembro
11:00 – 12:00 Treino Livre F1
12:30 – 13:30 VIP Charity Drive
14:00 – 15:00 Treino classificatório F1
15:25 – 16:00 Treino classificatório Porsche Cup
16:25 – 17:00 Treino classificatório Porsche Challenge

Domingo, 25 de novembro de 2012
09:30 – 10:05 Porsche Challenge, prova 10 (25 minutos mais uma volta)
10:35 – 11:10 Porsche Cup, prova 15 (25 minutos mais uma volta)
13:30 Formação do Grid de Largada F1
14:00 41º Grande Prêmio do Brasil, 71 voltas

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.