Piloto da Semana: GP do México – 02/11/2016

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton

Nome: Lewis Hamilton. Nascimento: 7 de janeiro de 1985, em Stevenage (Inglaterra). Equipe: Mercedes GP (Fórmula 1). Títulos: Multicampeão no Kart (entre 1996 e 2000); Campeão britânico de Fórmula Renault (2003); Campeão europeu de Fórmula 3 (2005); Campeão da GP2 (2006); Três vezes campeão da F1 (2008, 2014 e 2015).

Lewis Hamilton obteve uma vitória dominante no GP do México deste domingo, mantendo viva sua disputa pelo título da Fórmula 1 com Nico Rosberg.

Como na semana passada nos Estados Unidos, Hamilton comandou outra dobradinha da Mercedes, chegando 8.3s à frente de Rosberg e reduzindo a diferença para 19 pontos.

Rosberg levou um susto na volta 50 quando Max Verstappen, da Red Bull, mergulho por dentro na curva 4 depois que o alemão cometeu um pequeno erro na curva 1.

Verstappen travou as rodas, cruzou a frente de Rosberg e quase rodou, permitindo que o líder do campeonato recuperasse a segunda colocação.

Depois disso, Verstappen foi alcançado por Sebastian Vettel (Ferrari); na volta 68 o holandês freou tarde demais na curva 1 e passou reto pela grama para manter seu terceiro lugar.

Os comissários deram uma punição de cinco segundos a Verstappen logo após a bandeirada, o que lhe custou o último degrau do pódio. Isso promoveu Vettel – que ficou furioso no rádio com Verstappen e a FIA antes da penalização – ao terceiro lugar.

Outro incidente envolvendo Vettel e o companheiro de Verstappen na Red Bull, Daniel Ricciardo, também será investigado. Os dois tocaram rodas na freada da curva 4 na luta pela quarta posição, com o alemão da Ferrari levando a melhor.

Pela segunda prova seguida, uma boa largada foi a base para a vitória de Hamilton, apesar de ele ter freado muito tarde na curva 1. O britânico foi para a grama e cortou a curva 2, enquanto Rosberg também saiu da pista no mesmo ponto devido a um toque de Verstappen.

Mais atrás, Esteban Gutierrez tocou em Pascal Wehrlein, que por sua vez rodou e atingiu Marcus Ericsson, jogando ambos para fora da pista. O piloto da Manor abandonou imediatamente.

Carlos Sainz recebeu uma punição de cinco segundos por empurrar seu compatriota Fernando Alonso para fora do circuito na saída da curva 3. Com os destroços na pista e o carro batido de Wehrlein, o safety car entrou no final da primeira volta.

A Red Bull arriscou e chamou Ricciardo para os boxes, colocando os pneus médios para um trecho longo. O australiano parou novamente depois de 50 voltas a fim de fazer um último trecho com os macios e terminou em quarto, com Verstappen em quinto.

Após seis anos e um título na McLaren, Lewis Hamilton decidiu mudar de ares e está na Mercedes desde 2013. Decisão que tem se mostrado acertada: obteve quatro pole positions e uma vitória (no GP da Hungria) em seu primeiro ano, e já no segundo foi campeão ao obter sete poles e 11 vitórias nas 17 etapas iniciais: Malásia, Bahrain, China, Espanha, Inglaterra, Itália, Cingapura, Japão, Rússia, Estados Unidos e Abu Dhabi.

Em 2015, o domínio foi ainda maior. Em 19 etapas, foram 11 poles e dez vitórias (Austrália, China, Bahrain, Canadá, Inglaterra, Bélgica, Itália, Japão, Rússia e Estados Unidos). O tri foi confirmado com três provas de antecipação. O ano de 2016 não começou bem, mas Lewis Hamilton se recuperou, tendo vencido seis provas em sete: Mônaco, Canadá, Áustria, Inglaterra, Hungria e Alemanha. Após mais uma fase em baixa, dominou as duas últimas corridas, nos Estados Unidos e no México, e ainda sonha com o quarto título. Por isso, ele é o Piloto da Semana do Autoracing!

Lewis Hamilton (F1) obteve a vitória entre os internautas com 22% dos votos. Daniel Ricciardo (F1) ficou na segunda posição com 20% dos votos.

Texto: Eduardo Behling e Leandro Schmidt – www.autoracing.com.br

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.