Piloto da Semana: GP da Malásia – 05/10/2016

Daniel Ricciardo

Daniel Ricciardo

Nome: Daniel Ricciardo. Nascimento: 1º de julho de 1989, em Perth (Austrália). Equipe: Red Bull-Renault (Fórmula 1). Títulos: Campeão da Fórmula Renault 2.0 West European WEC (2008); Campeão da Fórmula 3 inglesa (2009).

Daniel Ricciardo suportou a pressão de seu companheiro de equipe na Red Bull, Max Verstappen, para conquistar uma vitória surpreendente no GP da Malásia depois do abandono de Lewis Hamilton.

O britânico da Mercedes estava prestes a vencer e retomar a liderança do campeonato, com uma vantagem de 22.7s sobre Ricciardo, mas seu motor estourou na reta dos boxes quando restavam 15 voltas.

O safety car virtual foi acionado; Ricciardo e Verstappen aproveitaram a oportunidade e pararam para colocar pneus macios, já que tinham uma vantagem de 40 segundos sobre Nico Rosberg (Mercedes).

Eles voltaram confortavelmente à frente do alemão, e apesar de Verstappen estar próximo, Ricciardo não se abalou com a pressão e assegurou sua primeira vitória da temporada. Foi seu primeiro triunfo em mais de dois anos e a primeira dobradinha da Red Bull desde o GP do Brasil de 2013.

Antes da quebra de Hamilton, Verstappen havia alcançado Ricciardo com pneus mais novos, pedindo passagem para lutar pela vitória. Mas o australiano foi duro na defesa, com os dois contornando as curvas 5 e 6 lado a lado e Ricciardo vencendo a batalha na freada da curva 7.

Rosberg fez uma prova de recuperação impressionante depois de uma rodada provocada por um toque de Sebastian Vettel (Ferrari) na curva 1 para chegar em terceiro e ampliar sua vantagem no campeonato para 23 a cinco etapas para o final.

Houve um drama na largada quando Vettel tentou uma ultrapassagem ambiciosa sobre Verstappen por dentro, mas travou as rodas e atingiu Rosberg, quebrando a roda dianteira esquerda da Ferrari e abandonando.

Rosberg retornou e iniciou uma recuperação, subindo para quarto e então fazendo uma ultrapassagem agressiva sobre Kimi Raikkonen na curva 2. Os comissários não gostaram e lhe deram uma punição de 10 segundos, mas o alemão teve velocidade suficiente para abrir vantagem sobre o finlandês e garantir o pódio. Raikkonen (Ferrari) terminou em quarto.

Daniel Ricciardo iniciou sua carreira no kart aos nove anos de idade, estreando nos monopostos em 2006, pela F-BMW Ásia. Foi campeão pela primeira vez em 2008, na F-Renault 2.0 da Europa Ocidental. No ano seguinte já estava na F-3 Inglesa, sagrando-se campeão de cara. Protegido da Red Bull, testou na Fórmula 1 pela primeira vez ao final de 2009, já sendo efetivado como um dos reservas da equipe, ao mesmo tempo em que passaria uma temporada na F-Renault 3.5.

Estreou como titular em 2011, emprestado à pequena HRT. No ano seguinte já apareceu na “satélite” Toro Rosso: foi 18º colocado com 10 pontos, tendo nonos lugares como melhores resultados. Em 2013, com dois sétimos lugares na conta, foi 14º com 20 pontos.

Tal desempenho e a aposentadoria de Mark Webber deram ao australiano a vaga na Red Bull para 2014. E ele não decepcionou, sendo de cara o piloto de maior destaque fora a dupla dominante da Mercedes, superando na pista seu renomado companheiro de equipe, o tetracampeão Sebastian Vettel. Foram três vitórias (Canadá, Hungria e Bélgica) e o terceiro lugar no campeonato.

No ano passado, seu carro piorou de rendimento, o melhor resultado foi um segundo lugar em Cingapura e acabou o ano em oitavo. Em 2016, a maré virou, com duas vitórias perdidas na estratégia na Espanha e em Mônaco, palco de sua primeira pole na F1, mas a recompensa veio em Sepang. Por isso, ele é o Piloto da Semana do Autoracing!

Daniel Ricciardo (F1) obteve a vitória entre os internautas com 29% dos votos. Fernando Alonso (F1) ficou na segunda posição com 20% dos votos.

Texto: Eduardo Behling e Leandro Schmidt

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.