Piloto da Semana: GP da Itália – 09/09/2015

Felipe Massa

Nome: Felipe Massa. Nascimento: 25 de abril de 1981, em São Paulo (SP). Equipe: Williams-Mercedes (Fórmula 1). Títulos: Campeão da Fórmula Chevrolet Brasileira (1999); Campeão da Fórmula Renault Italiana (2000); Campeão da Fórmula Renault Europeia (2000); Campeão da Fórmula 3000 Euro-Series (2001).

Lewis Hamilton conquistou a 40ª vitória de sua carreira na Fórmula 1 no GP da Itália apesar do drama no final, já que seu companheiro de equipe e rival Nico Rosberg abandonou na penúltima volta.

O atual campeão mundial fez uma largada limpa e manteve a liderança, enquanto Rosberg caiu para sexto e Kimi Raikkonen para o final do pelotão.

Hamilton dominou a prova a partir daí, mas quando restavam poucas voltas, sua equipe o avisou que ele precisava forçar e não deu nenhuma razão para isso. O britânico obedeceu e recebeu a bandeirada com uma vantagem de 25 segundos sobre Sebastian Vettel, da Ferrari.

Houve mais drama para a Mercedes quando o motor de Rosberg estourou na penúltima passagem; o alemão estava em terceiro e se aproximando de Vettel. Foi o primeiro abandono por falha mecânica da equipe alemã nesta temporada.

Felipe Massa, da Williams, herdou o terceiro lugar, suportando a pressão de seu companheiro Valtteri Bottas, e Raikkonen chegou em quinto após uma boa prova de recuperação.

“É realmente emocionante estar no pódio. Foi uma corrida difícil, mas fantástica, não tive a melhor largada, mas ainda fui capaz de passar carros por isso foi bom o suficiente. Eu trabalhei duro para abrir a diferença para Valtteri, mas quando fiz a troca mais cedo, isto lhe deu a vantagem em pneus no final da corrida. Foi difícil mantê-lo atrás já que ele realmente queria me passar, mas eu consegui. Estou muito contente comigo mesmo e pela equipe, conseguimos muitos pontos valiosos. É especial estar no pódio em Monza novamente, e realmente quero agradecer à equipe pelo esforço de hoje”, declarou Massa.

Após um período bem-sucedido nas categorias de base, com vários títulos, Felipe Massa estreou na F1 em 2002, pela Sauber. No ano seguinte perdeu sua vaga e atuou apenas como piloto de testes da Ferrari, escuderia que o “acolheu” e o recolocou na equipe suíça em 2004 e 2005. Seu melhor resultado foram quartos lugares.

Sua carreira na categoria máxima deu um salto em 2006, quando foi efetivado na Ferrari como companheiro de equipe de Michael Schumacher. Venceu pela primeira vez na Turquia e encerrou o ano com chave-de-ouro ao vencer diante da torcida em Interlagos. No ano seguinte, tendo Kimi Raikkonen como companheiro, disputou o título até certo ponto, venceu três provas (Bahrain, Espanha e Turquia), mas no final precisou ajudar o finlandês a ser campeão.

2008 foi o melhor ano do brasileiro na F1. Foram seis vitórias (Bahrain, Turquia, França, Europa, Bélgica e Brasil), algumas outras perdidas por bobeira como em Cingapura, mas disputou o título com a McLaren de Lewis Hamilton até a última curva em Interlagos. Acabou vice-campeão. No ano seguinte, a Ferrari decaiu, e a carreira e até a vida de Felipe Massa entraram em risco em um acidente no treino para o GP da Hungria, quando uma mola do carro de Rubens Barrichello atingiu o capacete de seu compatriota.

Massa conseguiu superar o trauma e voltou em 2010, tendo agora Fernando Alonso ao seu lado. A equipe lhe “roubou” uma vitória certa na Alemanha, mas durante quatro anos, o brasileiro poucas vezes foi páreo para o piloto espanhol.

Agora, na Williams, vida nova: em 2014 houve um renascimento para as duas partes, uma pole position no GP da Áustria e três pódios. Neste ano, Massa foi mais constante na primeira metade da temporada do que costumava ser, sendo presença assídua na tabela de pontuação. Agora, passadas 12 etapas, ocupa a quarta posição no campeonato, com dois pódios na Áustria e na Itália e dois quartos lugares na Austrália e na Inglaterra, corrida que liderou no começo. Pela quarta vez neste ano, ele é o Piloto da Semana do Autoracing.

Felipe Massa (F1) obteve a vitória entre os internautas com 47% dos votos. Lewis Hamilton (F1) ficou na segunda posição com 29% dos votos.

Texto: Eduardo Behling e Leandro Schmidt

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.