Piloto da Semana: GP da China – 12/04/2017

Max Verstappen

Max Verstappen

Nome: Max Emilian Verstappen. Nascimento: 30 de setembro de 1997, em Hasselt, Bélgica. Equipe: Red Bull-TAG Heuer (Fórmula 1).

Lewis Hamilton aproveitou a pista meio molhada nas 15 primeiras voltas e no GP da China e cravou sua 54º vitória na carreira e a 5ª na pista chinesa! Mas o nome de destaque da corrida foi Max Verstappen!

Na largada Vettel estava totalmente fora do colchete da segunda posição, mas não houve punição. Eles mantiveram suas posições na primeira volta até que um safety-car virtual viu Vettel entrar para trocar os pneus intermediários por slicks.

Hamilton evitou a tentação de fazer a mesma coisa e ficou na pista. E isso rendeu juros e correção monetária ao inglês voltas mais tarde, quando o acidente de Antonio Giovinazzi causou a entrada real do safety-car na pista.

E enquanto Hamilton tinha pista livre à frente, Vettel ficou preso atrás de Raikkonen e Ricciardo por praticamente 20 voltas. Isso o fez vencer a corrida com tranquilidade, inclusive permitindo-lhe fazer uma parada posterior e voltar folgado na liderança. Apesar do melhor ritmo mostrado pela Ferrari de Vettel, a Mercedes de Hamilton nunca foi ameaçada.

Vettel finalmente recuperou o segundo lugar, passando seu companheiro de equipe e Daniel Ricciardo. Ele pegou mais uma posição de Verstappen quando o piloto da Red Bull – que fez uma corrida fantástica – errou a freada na curva 14. Verstappen simplesmente ultrapassou nove carros na primeira volta da corrida!

No final Verstappen segurou Ricciardo para conquistar um pódio e ambos chegaram à frente de Raikkonen, que mais uma vez fez uma corrida muito abaixo das expectativas e do que o carro permitia. Ele reclamou pelo rádio que tinha um problema de torque, mas a equipe não deu muita bola. Valtteri Bottas ficou em sexto lugar depois de rodar durante o período do safety-car, um erro básico que um piloto da Mercedes não deve cometer.

Um talento precoce. Assim é Max Verstappen, que após uma carreira bem-sucedida no kart, iniciada aos quatro anos de idade, estreou nos monopostos aos 16, no final de 2013. Disputou a temporada completa da Fórmula 3 Europeia em 2014, terminando o campeonato em terceiro lugar pela Van Amersfoot Racing. Logo de cara passou a fazer parte do programa de pilotos da Red Bull.

Sua estreia na F1 foi em 2015, pela “satélite” Toro Rosso. Seus melhores resultados foram dois quartos lugares, nos GPs da Hungria e dos Estados Unidos, terminando o ano na 12ª posição com 49 pontos. Neste ano, nas quatro primeiras etapas pela Toro Rosso, marcou 13 pontos, sendo sexto colocado no Bahrain.

Suas atuações chamaram a atenção de grandes equipes, como Mercedes e Ferrari, que passaram a cogitar sua contratação para 2017. Mas a Red Bull foi mais rápida ao efetivá-lo no lugar de Daniil Kvyat já para o GP da Espanha, e sua estreia na equipe principal foi bombástica, com vitória.

Seu bom desempenho se manteve, conseguindo se impor frente ao companheiro de equipe Daniel Ricciardo e às Ferraris, chegando por vezes até a ameaçar a hegemônica Mercedes. Conseguiu mais quatro segundos e dois terceiros lugares. Neste ano, Verstappen mais uma vez iniciou em alta, o pódio no GP da China largando de trás é a prova disso. O que virá a seguir para o Piloto da Semana do Autoracing?

Max Verstappen (F1) obteve a vitória entre os internautas com 36% dos votos. Lewis Hamilton (F1) ficou na segunda posição com 18% dos votos.

Texto: Adauto Silva e Eduardo Behling

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.