Piloto da Semana: GP da Bélgica – 31/08/2016

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton

Nome: Lewis Hamilton. Nascimento: 7 de janeiro de 1985, em Stevenage (Inglaterra). Equipe: Mercedes GP (Fórmula 1). Títulos: Multicampeão no Kart (entre 1996 e 2000); Campeão britânico de Fórmula Renault (2003); Campeão europeu de Fórmula 3 (2005); Campeão da GP2 (2006); Três vezes campeão da F1 (2008, 2014 e 2015).

Nico Rosberg conquistou sua primeira vitória no GP da Bélgica, enquanto seu companheiro de equipe na Mercedes, Lewis Hamilton, subiu ao pódio em terceiro depois de largar em 21º na caótica corrida em Spa.

Daniel RIcciardo, da Red Bull, ficou entre os pilotos da Mercedes para solidificar seu terceiro lugar no campeonato, à frente de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, da Ferrari – que chegaram apenas em sexto e nono após vários incidentes.

O pelotão foi reduzido a 17 carros dentro de cinco voltas, e a bandeira vermelha foi mostrada na nona passagem a fim de que as barreiras fossem reparadas depois de um acidente assustador que mandou Kevin Magnussen (Renault) para o hospital.

Na largada, Max Verstappen (Red Bull) arrancou mal e foi ultrapassado por Raikkonen e Vettel no curto trecho até a La Source. Quando Verstappen mergulhou por dentro e Vettel entrou na curva por fora, Raikkonen ficou sem espaço no meio e os três se tocaram.

Vettel rodou, enquanto Verstappen e Raikkonen foram forçados a entrar nos pits para reparar os danos, com a Ferrari inclusive sofrendo um pequeno incêndio.

Largando no final do grid, Fernando Alonso e Hamilton já estavam em 10º e 11º na sexta volta quando Magnussen bateu nas barreiras da Raidillon. Ele rodou em alta velocidade, atravessou a pista e atingiu os pneus com violência, resultando em um período de safety car.

Várias paradas para troca de pneus ocorreram nas duas primeiras voltas em bandeira amarela, promovendo Alonso e Hamilton a quarto e quinto, já que eles não precisavam de borracha nova por terem largado com o composto médio.

Entretanto, com as barreiras seriamente danificadas, a bandeira vermelha interrompeu a prova por 17 minutos a fim de que os reparos fossem realizados.

Naquele estágio, Rosberg liderava à frente de Ricciardo, Nico Hulkenberg (Force India), Alonso e Hamilton, com Vettel em 11º, Verstappen em 16º e Raikkonen em 17º.

Na frente, Hamilton subiu para terceiro na volta 18, passando Hulkenberg na Les Combes. Um pit-stop lento fez com que caísse para nono, mas quando todos os que estavam à sua frente pararam, o britânico voltou aos três primeiros, atrás de Rosberg e Ricciardo. Hamilton precisou ultrapassar Sergio Perez (Force India) e novamente Hulkenberg depois de sua terceira parada para garantir o último degrau do pódio.

Após seis anos e um título na McLaren, Lewis Hamilton decidiu mudar de ares e está na Mercedes desde 2013. Decisão que tem se mostrado acertada: obteve quatro pole positions e uma vitória (no GP da Hungria) em seu primeiro ano, e já no segundo foi campeão ao obter sete poles e 11 vitórias nas 17 etapas iniciais: Malásia, Bahrain, China, Espanha, Inglaterra, Itália, Cingapura, Japão, Rússia, Estados Unidos e Abu Dhabi.

Em 2015, o domínio foi ainda maior. Em 19 etapas, foram 11 poles e dez vitórias (Austrália, China, Bahrain, Canadá, Inglaterra, Bélgica, Itália, Japão, Rússia e Estados Unidos). O tri foi confirmado com três provas de antecipação. O ano de 2016 não começou bem, mas Lewis Hamilton já está em plena recuperação, tendo vencido as provas de Mônaco, Canadá, Áustria, Inglaterra, Hungria e Alemanha. É líder do campeonato, e a briga pelo quarto título é uma realidade. Por isso, ele é o Piloto da Semana do Autoracing!

Lewis Hamilton (F1) obteve a vitória entre os internautas com 36% dos votos. Fernando Alonso (F1) ficou na segunda posição com 33% dos votos.

Texto: Eduardo Behling e Leandro Schmidt – www.autoracing.com.br

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.