Os 10 pilotos mais ricos da História da F1

Pilotos da F1

Pilotos da F1

De acordo com o site britânico Car Keys, quando se trata de esportes onde rola muito dinheiro, o futebol com alguns jogadores relativamente obscuros, não comanda sozinho os ganhos de seus atletas com salários, promoções e bônus de desempenho.

O site também não menciona os mega-salários dos atletas da NFL e da NBA, alguns deles os mais bem pagos do mundo considerando todas as modalidades.

Mas o site faz uma lista dos pilotos de Formula 1 que mais ganharam dinheiro até hoje na categoria mais importante do automobilismo.

Aqui estão os dez pilotos mais ricos da Fórmula 1 de todos os tempos classificados em ordem de patrimônio líquido.

Os valores são em libras esterlinas. A cotação de hoje é: 1 libra = 3,929 reais

10. Nico Rosberg

Nico Rosberg

Nico Rosberg

Patrimônio Líquido: ‎£ 30 milhões (R$ 120 milhões)
Status: Aposentado

Pobre Nico Rosberg. Apesar de campeão mundial de 2016, ele está em último lugar na lista dos dez pilotos mais ricos da história da F1.

Ainda assim, seu patrimônio líquido de ‎£ 30 milhões não deve ser menosprezado, com uma sequência de sete vitória consecutivas que o classifica entre os melhores pilotos do mundo e que terá gerado bônus valiosos para o piloto alemão.

9. Sebastian Vettel

Sebastian Vettel

Sebastian Vettel

Patrimônio líquido: ‎£ 45 milhões (R$ 135 milhões)
Status: Ativo

Apesar de ser o piloto de F1 mais bem pago de 2016, graças a um contrato recorde de três anos com a Ferrari, que o verá ganhar aproximadamente ‎£ 50 milhões por ano, Vettel ocupa o nono lugar na lista dos pilotos mais ricos da história.

Antes de assinar o contrato de sonho com a Scuderia, Vettel correu para a Red Bull e é um dos quatro pilotos que já conquistaram pelo menos quatro títulos de pilotos na história da Formula 1.

8. David Coulthard

David Coulthard

David Coulthard

Patrimônio líquido: ‎£ 70 milhões (R$ 280 milhões)
Status: Aposentado

Um dos pilotos britânicos mais populares e bem-sucedidos, ele teve um total de 13 vitórias em grandes prêmios. A carreira do escocês David Coulthard também registrou uma grande quantidade de receita ao longo dos anos.

Além disso, ele também foi um membro regular da equipe de F1 da BBC desde que se aposentou das corridas em 2009, e também possui várias propriedades, incluindo hotéis em Londres, na Suíça e em Monaco.

7. Jenson Button

Jenson Button

Jenson Button

Patrimônio Líquido: ‎£ 105 milhões (R$ 420 milhões)
Status: Aposentado

Atualmente embaixador da McLaren-Honda, ele foi campeão mundial de pilotos pela Brawn GP em 2009 e superou o ex-companheiro de equipe Lewis Hamilton numa temporada dois anos depois, enquanto Hamilton ainda estava na McLaren.

Seu desempenho como piloto o levou a uma série de novos negócios e contratos que se acumularam em uma fortuna estimada de ‎£ 105 milhões. Ele é dono, entre outras coisas, de um iate de 72 pés ancorado em Monte Carlo.

6. Eddie Irvine

Eddie Irvine

Eddie Irvine

Patrimônio Líquido: ‎£ 180 milhões (R$ 720 milhões)
Status: Aposentado

O piloto da Irlanda do Norte Eddie Irvine teve um período de dez anos na Formula 1 durante os anos 90, que o viu competir para Jordan, Ferrari e Jaguar. Após quatro vitórias com a Ferrari transformou-se o único piloto a levar a Jaguar ao pódio durante sua breve história na F1.

Depois de se aposentar das corridas, reinventou-se como um promotor imobiliário e investidor, com uma série de casas de férias e casas de praia na Florida (EUA), um complexo de luxo no Caribe e uma carteira de investimentos, incluindo um super iate de ‎£ 18 milhões que anteriormente tinha sido do ditador romeno Nicolae Ceausescu .

5. Alain Prost

Alain Prost

Alain Prost

Patrimônio Líquido: ‎£ 185 milhões (R$ 740 milhões)
Status: Aposentado

Como quatro vezes campeão de pilotos da Formula 1, o francês Prost é um dos pilotos mais bem-sucedidos de todos os tempos, com apenas Sebastian Vettel, Juan Manuel Fangio e Michael Schumacher rivalizando ou superando seus títulos.

Aos 61 anos de idade, ele é o piloto mais antigo da lista e também um dos pilotos mais ricos da F1, com um patrimônio líquido estimado de ‎£ 185 milhões graças a investimentos inteligentes em ações, participações substanciais em propriedades, publicidade e promoções durante e depois de sua carreira.

4. Kimi Raikkonen

Kimi Raikkonen

Kimi Raikkonen

Patrimônio líquido: ‎£ 200 milhões (R$ 800 milhões)
Status: Ativo

A carreira de Kimi Raikkonen na Formula 1 começou em 2001 e após um rápido sucesso ele foi superado por Alonso e Schumacher tanto nas pistas quanto em ganhos financeiros.

O fato de ser um dos pilotos mais queridos pelos fãs o ajudou a ter muitos ganhos com publicidade e promoções durante sua carreira.

O acordo atual do Iceman com a Ferrari limita os ganhos extras que ele poderia realizar, mas em 2009 ele foi nomeado como o segundo atleta mais bem pago do mundo, ficando atrás apenas de Tiger Woods.

3. Fernando Alonso

Fernando Alonso

Fernando Alonso

Patrimônio líquido: ‎£ 220 milhões (R$ 880 milhões)
Status: Ativo

Depois de começar a correr de kart com apenas três anos, Fernando Alonso estreou no início dos anos 2000 e acabou se tornando o mais novo campeão de F1 de e se tornou um dos nomes mais conhecidos do automobilismo.

Seu sucesso tem sido grande o suficiente para ter atualmente um patrimônio líquido estimado de ‎£ 220 milhões, o que significa que ele está no pódio nesta lista e também o classifica no 24ª lugar do mundo em termos de salário de atletas.

2. Lewis Hamilton

f1-hamilton-rosto

Lewis Hamilton

Patrimônio líquido: ‎£ 280 milhões (R$ 1.120 bilhão)
Status: Ativo

Fora seu enorme sucesso na F1, o atual piloto da Mercedes Lewis Hamilton é o jovem esportista mais rico da Grã-Bretanha e sua habilidade na pista, marketing pessoal e corrente de namoradas famosas cimentaram seu potencial de ganhos.

Com um patrimônio líquido estimado em ‎£ 280 milhões, Hamilton é um dos mais lucrativos e negociáveis ​​pilotos de todos os tempos e orgulha-se de contratos com a L’Oreal, Monster Energy, Reebok, Santander, entre outros.

1. Michael Schumacher

michael_schumacher

Michael Schumacher

Patrimônio Líquido: ‎£ 780m (R$ 3.120 bilhões)
Status: Aposentado

Naturalmente, o primeiro lugar na lista tem de ser reservado para Michael Schumacher, que saiu da aposentadoria em 2009 para correr para a Mercedes, mas que é mais conhecido por sua carreira recheada de recordes com a Ferrari.

Em um dado momento, Schumacher foi o segundo atleta mais lucrativo do mundo, com metade dos seus ganhos provenientes diretamente da Ferrari, enquanto em 2005 a revista Eurobusiness o nomeou como o primeiro atleta bilionário do mundo.

Piloto de Fórmula 1 com mais títulos na história, ele detém os recordes de maior número de vitórias na carreira, maior número de vitórias em uma temporada, maior número de pole-positions, de campeonatos mundiais mais consecutivos, a maior corrida consecutiva e muitos outros.

Uma parcela significativa de seu patrimônio líquido veio da publicidade, com a empresa alemã de serviços financeiros Deutsche Vermögensberatung pagando-lhe ‎£ 8 milhões apenas para usar um anúncio de 10 x 8 centímetros em seu boné.

Ele possui várias mansões de luxo na costa do Lago de Genebra, uma ilha pessoal em ‘The World’ na costa dos Emirados Árabes Unidos e coisas como um jato particular e uma Ferrari FXX de £ 2.1 milhão personalizada.

Em 2013, o sete vezes campeão mundial sofreu lesões catastróficas na cabeça em um devastador acidente de esqui, e continua a receber tratamento 24 horas por dia em sua casa em Genebra.

Nota do editor: Estranhamente o brasileiro Ayrton Senna não figura nessa lista, provavelmente por não estar mais entre nós, já que não existe outra explicação. Senna foi o piloto mais bem pago da Formula 1 no final da década de 80 e início da de 90 do século passado.

AS - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que contenham ofensas não serão aprovados pelo moderador.