Narigudos, sim. E daí? Por Fernanda de Lima

Mercedes W05

Ser “patinho feio” também é legal

Não tem muito como saber como se comportarão os carros nessa temporada sem ela oficialmente começar. Então o assunto mais comentado dos últimos dias tem sido os novos modelos dos carros.

A FIA determinou uma altura máxima para os bicos para essa temporada e as equipes usaram toda a sua criatividade para atender as determinações. Eu, particularmente, curti boa parte dos patinhos feios de 2014. Acho que esses bicos diferentes dão um tom mais leve e até engraçado aos carros. E do que adianta ser por fora uma bela viola e por dentro um pão bolorento? Se todo mundo fizer a lição de casa direitinho, ninguém vai lembrar se o carro é feio ou bonito. No final das contas, sendo bem piegas, o que importa é o conteúdo.

O novo regulamento da F-1 determina um chassi com 525 mm de altura e um bico dianteiro com 185 mm, enquanto em 2013 era de 550 mm. Esse “rebaixamento” nos bicos tem a segurança como um dos principais motivadores para evitar acidentes como o de Mark Webber, no GP de Valência em 2010:

Apesar de algumas determinações técnicas da FIA quanto aos bicos dos carros, não houve nenhuma influência com relação ao design. Sendo assim, todas as “aberrações” que estamos vendo é de inteira autoria, criatividade e senso de humor das equipes.

De todos os modelos apresentados, o meu preferido é o da McLaren. A pintura do MP4-29 é o principal destaque e, pra mim, capaz de ofuscar aquele narizinho. O carro a ser guiado por Jenson Button e Kevin Magnussen está entre o clássico e o moderno, é um dos mais limpos, senão o mais, do grid. O narizinho é comprido e arredondado na ponta, seguindo o estilo do carro todo bem acabado com formas arredondadas nos cantos.

McLaren MP4-29

Quem fica com o segundo lugar no (meu) pódio é a Force India. Perceberam que tenho uma queda pelos narigudinhos, né? Mas mais uma vez o que me chama a atenção é a pintura. Olhando de perfil, o carro é muito bonito. O VJM07 tem o preto como predominante e com a inserção certeira das cores verde, branco e laranja caiará muito bem para a sua dupla de pilotos, Nico Hulkenberg e Sergio Perez.

Force India VJM07

A disputa pelo terceiro lugar no pódio dos patinhos feios mais bonitos de 2014 está acirrada. A Mercedes, de Lewis Hamilton e Nico Rosberg, não fez feio, com um dos “narizes” mais discretos entre as concorrentes, o principal destaque do W05 são as asas dianteiras.

A Lotus gosta de ir contra a maré. Para a dupla mais explosiva do grid, a equipe apostou num plugue de tomada ao invés de num nariz exagerado. O E22 de Romain Grosjean e Pastor Maldonado continua negro e dourado e com laterais sobressaltadas em comparação ao modelo anterior.

Max Chilton e Jules Bianchi podem ficar despreocupados, de narigudos não serão chamados. O MR03 manteve a discrição no bico. Até achei que o carro, comparado ao de 2013, visualmente, melhorou bastante. Assim como o C33, da Sauber, de Esteban Gutiérrez e Adrian Sutil.

A equipe a ser batida (há muito tempo), Red Bull, não fez alarde. O bico do RB10 é um pouco mais longo que os outros, não causa estranheza e não salta aos olhos. No entanto, Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo não precisam de muito para chamar a atenção na equipe que dá asas.

Os retardatários

A Williams está estupidamente azul pro meu gosto. O tipo de cor que me enjoa depois de cinco minutos olhando. O FW36, que terá Felipe Massa e Valtteri Bottas como pilotos, deixou para trás um pouco de sua própria história. É azul demais, enjoativo demais, Williams de menos.

A Caterham pegou pesado. Talvez com o tempo a gente consiga engolir o design nariz de sei-lá-o-quê do CT05 enaltecido pelo verde metálico(?) da equipe. Kamui Kobayashi e Marcus Ericsson, de maneira ou de outra não passarão despercebidos em 2014. O STR9, da Toro Rosso, é o que chamam de “camarão”. Tira a cabeça e fica com o resto. Tem uma traseira legal, um meio bacana, mas um “rosto” desajeitado. Daniil Kvyat e Jean-Eric Vergne serão os responsáveis por guiar a equipe junior da Red Bull.

Bico da Caterham CT05

Esqueci de algum? Ah sim! O F14-T, da Ferrari. Ficou feio. Ponto. Mas, com Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, se voltar a vencer ninguém vai lembrar disso.

Fernanda de Lima

Leia e comente outras colunas de Fernanda de Lima

AS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.