MotoGP – Honda: Rossi não aceita que seu momento acabou

Márquez X Rossi

O chefe da Honda MotoGP, Alberto Puig, diz que o piloto da Yamaha Valentino Rossi está “tendo dificuldade em aceitar” que já não é o piloto de referência da categoria rainha. Rossi estabeleceu-se como uma lenda da MotoGP ao conquistar sete títulos, mas não conseguiu aumentar os seus números desde 2009.

Ele desenvolveu uma rivalidade com Marc Márquez, da Honda – que este ano garantiu seu quinto título na MotoGP em seis tentativas – em sua mais recente luta pelo título em 2015, quando Rossi ficou cinco pontos atrás de sua oitava conquista.

A relação entre a dupla permaneceu tensa e Puig, que assumiu o papel de chefe de equipe na Honda no começo do ano, sugeriu que Rossi era o culpado na briga. “Valentino tem sido um ótimo piloto”, disse Puig ao jornal espanhol La Vanguardia. “Ele tem todo o meu respeito”.

“Na sua idade (39), ele ainda tem o desejo, o talento para ir rápido e ele não aceita não ser capaz de vencer. Mas ele está tendo dificuldade em aceitar que seu momento acabou. Às vezes os métodos que ele usa não são os certos”, comentou ele.

“Em nenhum momento vi Márquez fora de linha, fazendo algo malicioso contra Rossi. Foram sempre incidentes de corrida. Eu respeito o Rossi, mas na vida tudo tem seu momento. E goste ou não, Marc é o número um (agora)”, concluiu Puig.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.