MotoGP – Comentários de sábado – Ducati – Áustria 2018

Andrea Dovizioso – Ducati

Andrea Dovizioso, P2: Estou feliz com o tempo de vida que fizemos, a primeira fila foi a meta e a primeira, segunda ou terceira posição não é uma grande diferença. Senti-me confiante, apesar das condições serem estranhas no TL4 – talvez sem a borracha no asfalto depois da chuva – e não me senti tão bem, nem esperei fazer este tempo nem ser tão competitivo. Mas no final o tempo chegou e sinto-me confiante com a moto. Estamos indo para a corrida com muitos pontos de interrogação sobre a escolha dos pneus, a estratégia e o que temos de administrar. Mas me sinto bem, acho que somos os pilotos que podem lutar pela vitória e pelo pódio… mas somos muito diferentes, então tudo pode acontecer durante a corrida!

Jorge Lorenzo, P3: Todos sabíamos que nós três estaríamos perto de lutar pela pole. Provavelmente no final tivemos tempo de colocar um novo pneu macio que eu sempre prefiro, mas houve um mal-entendido na garagem e isso talvez tenha nos impedido de lutar um pouco pela pole. Mas o importante é estar na primeira fila, ter um bom começo e ter um bom ritmo. Nós talvez não tivéssemos o tempo que queríamos, mas tivemos tempo para entender os pneus, a configuração e o ritmo, e acho que estamos prontos para lutar até o final, como em Brno.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer o GP da Áustria da MotoGP!

EB - www.autoracing.com.br

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.