MotoGP – Comentários de domingo – Tailândia 2019

Marquez x Quartararo

Marc Márquez (Honda), P1: Estou muito feliz. Estou tão feliz. Quando você tem uma vantagem como eu, percebe que está muito perto do campeonato, mas precisa encontrar algo que o mantenha motivado. Hoje foi vencer a corrida e foi o que eu fiz. O Fabio foi muito rápido durante a corrida, mas nunca desisti, mesmo no meio da corrida, quando parecia que ele estava fugindo. Foi uma bela maneira de ganhar o campeonato – mesmo que não estivesse pensando nisso na última volta! Chegar no parque fechado com toda a equipe da Repsol Honda foi fantástico; é um sonho fazê-lo com todo o fã clube e com a celebração agradável. Cada ano é especial, não é fácil manter tudo perfeito todos os anos para lutar pelo título e tive um inverno muito duro com a lesão, mas eu, a equipe e a HRC conseguiram lidar bem com isso. Agora vamos desfrutar um pouco desta sensação!

Fabio Quartararo (Petronas Yamaha), P2: Foi uma corrida fantástica, graças em grande parte ao fato de me sentir muito confortável com a moto desde o início. Infelizmente, não terminamos no primeiro degrau do pódio, mas conseguimos ter outra luta com o novo campeão do mundo até a última curva. Foi uma corrida importante porque demos mais um passo em frente numa pista que não é propriamente perfeita para nós. O ritmo de corrida do Marc nos treinos foi três décimos de segundo por volta mais rápido que nós, mas fomos capazes de lutar com ele. Dei tudo o que tinha na última curva porque se não o fizesse, não teria conseguido dormir até à próxima corrida no Japão, e mal posso esperar para ir para lá a seguir!

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.