MotoGP – Comentários de domingo – Motegi 2018

Marc Marquez

Marc Márquez (Honda), P1: Eu me sinto muito, muito bem. Eu diria que é um sonho que se tornou realidade, ou melhor, que estou vivendo um sonho. É algo muito especial, aqui junto com minha equipe, todas as pessoas da Honda e da HRC, minha família e minha equipe. Tem sido uma ótima temporada, e desde Aragón eu tenho provado, imaginando este título, porque estava muito próximo. Então percebi que esse não era meu estilo, e precisava de mais motivação, então estabeleci o objetivo de tentar alcançar (o título) em minha primeira tentativa – em Motegi, vencendo a corrida. Neste circuito foi um desafio conseguir isso, mas parece que quando estou sob pressão, me sinto melhor na moto! Hoje a corrida foi como eu esperava. Eu estava preparado para fazer um bom começo e imediatamente fazer algumas ultrapassagens. Cheguei em segundo lugar no final da primeira volta, e depois consegui acompanhar Andrea e ficar com ele. Eu pensei que poderia tentar atacar antes da última volta porque senti que tinha algo a mais para dar. Ele foi muito duro e cometeu um erro, e isso é uma pena, porque ele merecia estar aqui no pódio. Isso também é algo que eu acho que Dani merece pelo menos uma vez nesta temporada. De qualquer forma, quando cruzei a linha de chegada, foi uma explosão de alegria. Meu povo preparou esta celebração de Nível 7, mas eu não sabia de nada antes do tempo. Eu nunca quero saber, mas acho que é porque eu costumava jogar muito esse tipo de jogo. Agora é hora de celebrar este sétimo título e aproveitar essas três corridas finais.

Andrea Dovizioso (Ducati), P18: Tentei vencer a corrida, mas o mais positivo foi que eu não estava acima do limite quando caí. Acabei cometendo um pequeno erro, porque queria preparar a saída de uma forma melhor em comparação com a volta anterior, porque estava acelerando muito bem, mas não consegui sair perto de Marc e tentei ultrapassá-lo durante a frenagem. Eu fiz uma volta e meia como esta e eu queria fazer isso imediatamente, e cometi um pequeno erro. Eu tinha muito ângulo quando preparei a curva e era muito cedo. Pedi demais do pneu dianteiro. Mas a corrida foi como esperávamos porque nos treinos eu vi um bom ritmo do Marc. Também hoje acho que ele fez algo especial, ele tentou ficar comigo até as últimas sete voltas, então podemos apenas parabenizá-lo.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.