Moto 1000 GP – Maior número de treinos marca rodada dupla em Cascavel

Moto 1000 GP em 2012

Moto 1000 GP

A temporada de 2012 do Moto 1000 GP dará início à segunda metade no próximo domingo (4) no Autódromo Zilmar Beux, na cidade paranaense de Cascavel (PR). As categorias GP 600, GP Light e GP 1000/GP Máster vão dar sequência à disputa pelos títulos com rodadas duplas, que vão proporcionar ao público paranaense uma programação com seis corridas no campeonato mais veloz da motovelocidade brasileira.

A programação de treinos na rodada dupla cascavelense também terá reforço, reforçando um dos propósitos do Moto 1000 GP, que é proporcionar aos pilotos o maior tempo possível de atividades em pista. Cada categoria terá sete sessões de treinos livres entre a sexta-feira (2) e o sábado (3), cada uma com duração de 25 minutos, além das tomadas de tempos classificatórias. No domingo, todas as categorias terão treinos de aquecimento.

“Somando treinos livres, treinos oficiais e corridas, teremos quase 15 horas de pista liberada para os pilotos em Cascavel. Uma das características do Moto 1000 GP tem sido os fins de semana com cronogramas intensos”, diz o diretor do Moto 1000 GP, Gilson Scudeler. “A resposta dos pilotos a isso tem sido muito positiva, todos que têm conseguido aproveitar bem o tempo de pista para o desenvolvimento da pilotagem e das motos”, observa.

Os ingressos para o GP Cascavel estão disponíveis em vários postos de venda nas cidades de Cascavel, Toledo, Marechal Cândido Rondon, Foz do Iguaçu, Corbélia, Guaíra, Assis Chateaubriand, Palotina, Medianeira e Santa Tereza do Oeste, todos indicados no site www.moto1000gp.com.br. O preço unitário é de R$ 15. Para estudantes, o preço é de R$ 5. Ingressos de paddock do Club GP, que dão acesso à área de boxes, custam R$ 35.

Moto 1000 GP encerra primeira metade da temporada com novos líderes

A temporada de 2012 do Moto 1000 GP chegou à metade no domingo (21), com as corridas da quarta etapa no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília (DF). As quatro categorias que compõem o evento mais veloz da motovelocidade brasileira tiveram acirrada a disputa pelos títulos a partir dos resultados das corridas que levaram mais de 12.000 torcedores ao autódromo da capital federal.

A GP 1000, principal categoria do Moto 1000 GP, viu o desempate na liderança do campeonato. Pierre Chofard e Alan Douglas, paulistas que pilotam as motos Kawasaki da equipe Pitico Race, desembarcaram em Brasília com os mesmos 54 pontos. Estavam 10 à frente do argentino Luciano Ribodino, piloto da BMW da Alex Barros Racing. Os três formaram a primeira fila do grid, com Chofard na pole, Ribodino em segundo e Douglas em terceiro.

Ribodino confirmou sua primeira vitória na categoria e chegou aos 70 pontos, apenas quatro atrás de Douglas, que terminou em segundo. Chofard, que abandonou a etapa depois de um acidente quando revezava a liderança da corrida com o adversário argentino, agora está em terceiro, com 55. O paulista Murilo Colatreli levou a Kawasaki da Colatreli Racing ao terceiro lugar na etapa e passa a ser quarto na tabela, com 40 pontos.

A GP Light finalizou o GP Brasília com novo líder. Lucas Barros, então vice-líder da temporada, conquistou a primeira vitória na competição depois de um histórico duelo com o conterrâneo paulista Renato Andreghetto, da Pitico Race, que ganhou as três corridas anteriores. A disputa entre os dois durou da primeira à última volta, quando Andreghetto, tentando a ultrapassagem que lhe valeria a quarta vitória, sofreu uma queda e não pontuou.

Com o principal adversário fora do grupo dos 15 que marcam pontos a cada etapa, Barros, inscrito com uma BMW da Alex Barros Racing, viu-se na liderança do campeonato. Ele chegou a 84 pontos, sete à frente de Andreghetto. Nick Iatauro, também piloto da Pitico Race, subiu ao pódio pela terceira vez consecutiva, com o segundo lugar na etapa brasiliense, e passa a ocupar a terceira posição no campeonato com 66 pontos.

A quarta etapa da categoria GP 600 em Brasília proporcionou, à linha de chegada, a menor diferença entre um vencedor e um segundo colocado em todas as 36 corridas que compuseram a ainda curta história do Moto 1000 GP, campeonato criado em 2011. André Veríssimo, paulista que defende a Motrix-Scigliano Racing, recebeu a bandeirada da vitória 73 milésimos de segundo à frente do estreante brasiliense Raoni Farfan, segundo colocado.

Conquistando a pole-position do GP Brasília, Veríssimo, inscrito com uma Kawasaki, reduziu a 14 pontos a desvantagem em relação ao líder Rafael Bertagnolli, que levou sua Honda ao pódio pela quarta vez, com o terceiro lugar em Brasília. O gaúcho tem 89 pontos, contra 75 do paulista. O também paulista Gustavo Ceccarelli, único inscrito com uma moto Aprilia, foi quinto em Brasília e está em terceiro no campeonato, com 49.

Integrando o Moto 1000 GP desde a segunda etapa, a GP Máster, subdivisão da categoria GP 1000 reservada aos pilotos com 48 anos ou mais, também ganhou novo líder. O carioca Alberto Braga, da SBK Rio, conquistou a primeira vitória e chegou a 61 pontos, superando o argentino Gustavo “Gringo” Rodríguez, vencedor das etapas anteriores, que abandonou a etapa de Brasília na primeira volta depois de sofrer uma queda ao fim da reta oposta.

A prova da GP Máster em Brasília apresentou a primeira dobradinha em família do Moto 1000 GP. Alberto Braga, piloto da Suzuki da equipe Center Moto, teve no pódio a companhia de seu irmão Victor Braga, segundo com a Kawasaki da SBK Rio. Também pela SBK Rio, Levy Mendes Lopes festejou seu primeiro pódio na competição, em terceiro. Com o quarto lugar em Brasília, Elson Tenebra passou a ser o terceiro no campeonato, com 35 pontos.

Cada categoria ainda tem 108 pontos em jogo nas quatro corridas que serão disputadas até o término do campeonato – além dos 25 pontos atribuídos ao vencedor de cada corrida, há um ponto de bonificação pela pole e outro pela volta mais rápida da etapa. O prêmio para o campeão da GP 1000 em 2012 será uma moto BMW S1000RR. O campeão da GP Light receberá uma BMW F800R. É a maior premiação da motovelocidade nacional.

PROGRAMAÇÃO DO MOTO 1000 GP EM CASCAVEL

Sexta-feira, 2 de novembro
10h00 – primeiro treino livre da GP 600 (25 minutos)
11h10 – primeiro treino livre da GP 1000/GP Máster (25 minutos)
10h35 – primeiro treino livre da GP Light (25 minutos)
12h30 – segundo treino livre da GP 600 (25 minutos)
10h35 – segundo treino livre da GP Light (25 minutos)
13h40 – segundo treino livre da GP 1000/GP Máster (25 minutos)
14h15 – terceiro treino livre da GP 600 (25 minutos)
14h50 – terceiro treino livre da GP Light (25 minutos)
15h25 – terceiro treino livre da GP 1000/GP Máster (25 minutos)
16h00 – quarto treino livre da GP 600 (25 minutos)
16h35 – quarto treino livre da GP Light (25 minutos)
17h10 – quarto treino livre da GP 1000/GP Máster (25 minutos)

Sábado, 3 de novembro
9h00 – quinto treino livre da GP 600 (25 minutos)
9h35 – quinto treino livre da GP Light (25 minutos)
10h10 – quinto treino livre da GP 1000/GP Máster (25 minutos)
10h45 – sexto treino livre da GP 600 (25 minutos)
11h20 – sexto treino livre da GP Light (25 minutos)
11h55 – sexto treino livre da GP 1000/GP Máster (25 minutos)
12h30 – sétimo treino livre da GP 600 (25 minutos)
13h55 – sétimo treino livre da GP Light (25 minutos)
14h30 – sétimo treino livre da GP 1000/GP Máster (25 minutos)
15h05 – treino classificatório Q1 da GP 600 (20 minutos)
15h35 – treino classificatório Q2 da GP 600 (10 minutos)
15h55 – treino classificatório Q1 da GP Light (20 minutos)
16h30 – treino classificatório Q2 da GP Light (10 minutos)
16h50 – treino classificatório Q1 da GP 1000/GP Máster (20 minutos)
17h20 – treino classificatório Q2 da GP 1000/GP Máster (10 minutos)

Domingo, 4 de novembro
8h40 – warm up da GP 600 (10 minutos)
9h00 – warm up da GP Light (10 minutos)
9h20 – warm up da GP 1000/GP Máster (10 minutos)
10h20 – largada da quinta etapa da GP 1000/GP Máster (16 voltas)
11h10 – largada da quinta etapa da GP Light (14 voltas)
12h00 – largada da quinta etapa da GP 600 (14 voltas)
12h30 – show de wheeling (40 minutos)
12h45 – visitação aos boxes (25 minutos)
13h55 – largada da sexta etapa da GP 1000/GP Máster (16 voltas)
14h45 – largada da sexta etapa da GP Light (14 voltas)
15h35 – largada da sexta etapa da GP 600 (14 voltas)
16h00 – Concurso Cultural Moto 1000 GP
16h30 – Motopasseio

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.