Mercedes-Benz Grand Challenge – Problema com freios tira Márcio do pódio

João e Márcio Campos

João e Márcio Campos

Márcio Campos enfrentou uma corrida problemática no encerramento da temporada 2012 do Mercedes-Benz Grand Challenge. O piloto gaúcho ficou com o 13º lugar na 16ª e última etapa, disputada neste domingo (16) em São Paulo. A vitória na corrida final foi do paulista Neto de Nigris, que comemorou o vice-campeonato. Márcio e João Campos, seu pai e companheiro de equipe na Sicredi Racing, chegaram à etapa paulista como campeões antecipados.

Os resultados do fim de semana no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, destoaram da média de João e Márcio, bicampeões em 2012 com vitórias em oito das 16 corridas disputadas. No sábado, João terminou a prova em nono lugar. Márcio, na corrida que definiu o vice-campeonato, saiu da nona posição no grid e chegou a ocupar o terceiro lugar, mas enfrentou problemas com os freios do carro número 31 e, depois de um pit stop, foi 13º.

“Eu saí com pneus slick e fui para cima na largada. Perdi um pouco de tempo para me livrar das primeiras ultrapassagens, parece que eu era o mais rápido da pista. Eu tinha certeza de que podia disputar a vitória”, falou o piloto gaúcho de 26 anos. “Só que, quando era quarto, comecei a ter problemas com o sistema ABS, por isso rodei. Devo ter passado por cima de alguma pedra, ou alguma mangueira se soltou. A roda traseira travava, aí ficava sem freio”.

O problema com o sistema de freios ocorreu novamente instantes mais tarde, na reta nos boxes. “Meu pneu ‘chapou’, aí resolvi ir para o box. Eu tinha a chance da vitória, mas corrida é isso, contratempos podem acontecer. O lado positivo foi podermos confirmar, nessa última corrida, que o carro se recuperou da batida na etapa de Cascavel. Nossa expectativa para a próxima temporada é bem positiva, vamos em busca de mais um título”, finalizou.

Campeões em 2011 e 2012, João e Márcio, que competem com apoio de Icatu e Mapfre, seguradoras parceiras da Corretora de Seguros Sicredi, já confirmaram participação no campeonato do ano que vem, cujos calendário e formato deverão ser definidos ainda neste mês. Em Interlagos, após 15 voltas, o resultado final da última etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge foi o seguinte:

1º) Neto de Nigris (SP), De Nigris-Europamotors, 30min21s274
2º) Rubens Tilkian (SP), Comark Racing, a 0s972
3º) Fernando Júnior (RS), WRC, a 6s888
4º) Arnaldo Diniz Filho (SP), Comark Racing, a 9s187
5º) Edson Júnior (RS), RSports, a 10s608
6º) Peter Michael Gottschalk (SP), Paioli Racing, a 32s366
7º) Leo de Nigris (SP), De Nigris-Europamotors, a 35s122
8º) Renato Camargo (SP), De Nigris-Europamotors, a 44s146
9º) Sérgio Martinez (SP), Pink Energy Team, a 50s963
10º) Rafael Zapelini (SC), Rodoerre Racing, a 1min13s651
11º) Roberto Santos (SP), Della Via, a 1 volta
12º) Cesare Marrucci (SP), CenterBus-Petrobras, a 1 volta
13º) Márcio Campos (RS), Sicredi Racing, a 2 voltas
14º) José Fernando Amorim Júnior (SP), RSports, a 2 voltas
15º) Alexandre Papazissis (SP), RSports, a 2 voltas
16º) Beto Rossi (SP), Della Via, a 3 voltas
NÃO COMPLETOU
Marcos Paioli (SP), Paioli Racing, a 14 voltas
Melhor volta: Fernando Júnior, na 6ª, 1min57s025, média de 132,863 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Encerrada a temporada, a classificação final do Mercedes-Benz Grand Challenge é a seguinte: 1º) João Campos/Márcio Campos, 231 pontos; 2º) Neto de Nigris, 207; 3º) Fernando Júnior, 204; 4º) Cesare Marrucci, 158; 5º) Rubens Tilkian, 157; 6º) Edson Júnior, 110; 7º) Léo de Nigris, 107; 8º) Arnaldo Diniz Filho, 102; 9º) Michelle de Jesus, 101; 10º) Sérgio Martinez, 93; 11º) José Fernando Amorim Júnior, 90; 12º) Renato Camargo, 75.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.