Kovalainen não quer ser piloto pagante para seguir na F1

Heikki Kovalainen

Heikki Kovalainen

Heikki Kovalainen salientou que não se tornará um “piloto pagante” para permanecer na F1. O finlandês admite, no entanto, que as opções para ele seguir na categoria em 2013 exigem que ele entre com dinheiro de patrocínio.

“Se esta for a minha última corrida, então é uma pena, mas a situação é bastante complicada para mim”, disse Kovalainen, que está na Caterham (ex-Lotus) desde a sua criação em 2010. “Estamos analisando outras opções, mas as equipes estão pedindo dinheiro, e eu não quero ir por esse caminho. Eu não pedi a quem me empresaria que procure dinheiro. Eu acho que isso não leva a nada”.

“Se você tivesse um suporte grande como o Santander, e eles forem com você para uma equipe, então isso é uma coisa diferente, mas recolher o dinheiro em uma panela para uma temporada, para mim, não diz nada. Essa é a situação atual na F1 e que pode não se ajustar a mim. Portanto, pode não haver espaço para mim no ano seguinte e não há nada que eu possa realmente fazer sobre isso”, prosseguiu ele.

A Caterham já confirmou Charles Pic para 2013. O atual piloto reserva Giedo van der Garde é cotado para a segunda vaga, o que deixaria Kovalainen e Vitaly Petrov a pé. “Eu ainda tenho um bom relacionamento com Tony (Fernandes, dono da equipe) e todos na equipe, então posso ficar aqui”, acrescentou o finlandês, que venceu o GP da Hungria de 2008 pela McLaren. “Mas, só a partir da minha experiência, eu sei como as coisas são na F1 e quando as coisas começam tarde nunca é um bom sinal”, finalizou.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.