Indy descarta utilização do halo da F1

Halo de proteção ao cockpit

Halo de proteção ao cockpit

A Fórmula Indy afirma que não seguirá o caminho da Fórmula 1 com o halo, dispositivo de proteção ao cockpit.

Em 2015, Justin Wilson morreu ao ser atingido por destroços durante a corrida de Pocono, o que foi um dos fatores que impulsionou o desenvolvimento do halo na F1.

Entretanto, isso não significa que a categoria norte-americana está disposta a adotar o conceito.

“Não acreditamos que o halo tem qualquer possibilidade para nós”, declarou Mark Miles, CEO da companhia mãe da Indy.

“Nós temos pistas inclinadas e é impossível enxergar perfeitamente com aquilo. Mas estamos muito interessados em desenvolver uma proteção para a cabeça do piloto e continuamos trabalhando duro”.

“Existe uma possibilidade maior de introduzirmos um para-brisa limitado do que aquele halo”, acrescentou ele.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.