Horner: 2020 será o ano mais caro na história da F1

Christian Horner

Christian Horner acredita que 2020 pode ser “o ano mais caro na história da Fórmula 1”.

A proposta recente do chefe da Red Bull de adiar as novas regras até 2022, um ano depois do teto orçamentário entrar em vigor, foi rejeitada.

“Todos nós estamos ocupados com dois tipos de carro por causa desse regulamento”, declarou Horner ao De Telegraaf.

“Eu mantenho que teria sido melhor introduzir o teto orçamentário antes, então você poderia gastar muito menos imediatamente. Agora, 2020 será um ano muito caro e ocupado, dentro e fora da pista”.

Entretanto, ele acha que 2020 será empolgante de qualquer maneira e prevê uma luta acirrada entre Mercedes, Ferrari e Red Bull.

“Max (Verstappen) vê e sente o progresso”, disse Horner. “Nós estamos progredindo com o chassi e o motor. E tudo o que aprendemos neste ano pode ser transferido para o carro de 2020, já que as regras não mudarão”.

“Contudo, é irônico que talvez nós estejamos entrando em um ano com a batalha mais empolgante entre três equipes e na temporada seguinte tudo mudará”, acrescentou ele.

Clique AQUI para apostar no GP do Brasil

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.