Haas: Não faz sentido ficar na Fórmula 1 sem mudanças

Guenther Steiner

O diretor da equipe Haas, Gunther Steiner, acredita que não haveria nenhum motivo para ele ficar na Fórmula 1 a longo prazo se sua equipe nunca tivesse uma chance de desafiar os três primeiros.

O grid atual apresenta um abismo de desempenho entre as três melhores equipes – Mercedes, Ferrari e Red Bull – e o resto do pelotão que o grupo fora dos seis primeiros carros foi apelidado de “Classe B” por muitos.

Steiner disse que pode aceitar tal situação no curto prazo, mas teria que questionar seu envolvimento a longo prazo se as coisas não mudarem.

“Eu acho que por dois anos sim, é sustentável”, disse Steiner à Autosport. “Mas a longo prazo: não, envelhece”.

“Se isso não mudar em algum momento, não há sentido em apenas estar nele”.

“O negócio como um negócio não funciona se você não pode tirar e sentir o prazer de competir por pódios e vitórias. Não faz sentido estar aqui depois de um certo tempo”.

“Por que eu iria perder minha vida trabalhando loucamente, dia e noite, voando para, eu não sei, 21 países ao redor do globo, para saber que eu posso fazer o mesmo que fiz no ano passado?”

“Não há nenhum ponto. Nenhum ponto”.

Steiner acredita que, assim como os novos carros e a introdução de um teto orçamentário para 2021, com potencial para abalar as coisas, a evolução natural das equipes também fará a diferença.

“Sempre muda e as coisas mudam muito rapidamente aqui, então eu não acho que em três anos a Fórmula 1 seria a Fórmula 1, que é agora”, disse ele.

“Quero dizer, olhe para o que a Fórmula 1 era no começo dos anos 2000. Você poderia ganhar dinheiro facilmente, e agora é impossível. Apenas 18 anos depois, é impossível”.

“Então as coisas mudam, e isso é realmente uma parte da Fórmula 1 que me interessa. Não é como fazer o mesmo nos próximos 20 anos. Toda vez algo muda”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.