Grosjean quer tirar “pilotos pagantes” da F1

Romain Grosjean

Romain Grosjean

Romain Grosjean apoia movimentos para tirar os chamados “pilotos pagantes” da Fórmula 1. Recentemente, o novo chefe desportivo Ross Brawn admitiu que um dos seus objetivos – de que os 20 melhores pilotos do mundo estejam no grid da F1 – só pode ser alcançado através de uma distribuição mais justa da renda.

Atualmente, algumas equipes compõem seus orçamentos assinando com pilotos que trazem milhões em patrocínio pessoal ou contribuições de apoio. Brawn afirmou à RMC da França: “A realidade é que no fundo do grid, considerações de negócios relacionadas com os orçamentos dos pilotos tornaram-se muito grandes”.

O piloto francês Grosjean, que guia pela pequena equipe americana Haas, diz que concorda com Brawn. “Eu concordo totalmente com ele”, disse ele. “É verdade que isso sempre existiu na F1, mas talvez esteja agora pior do que antes”.

Sem nomear nenhum piloto atual, Grosjean admitiu que “existem alguns que, se você olhar para seus resultados anteriores, não teriam necessariamente chegado à F1 sem ajuda”. Assim, qualquer mudança na distribuição de renda das equipes, como os limites orçamentários, seria bom para a F1, conforme ele.

“Seria positivo para os jovens pilotos porque sabemos como é extremamente difícil chegar à F1, e se houver lugares tomados por pessoas que não merecem, há ainda menos lugares para os jovens pilotos”, concluiu o piloto da Haas.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.