Ferrari preocupada com “riscos” para o futuro da F1

Fórmula 1

A Ferrari identificou dois riscos potenciais para o futuro da Fórmula 1.

Um deles é o debate nos bastidores sobre as regras de 2021, que continuará até o término do prazo estendido até outubro.

De acordo com a Ferrari, única equipe com poder de veto, a padronização de certas partes visando cortar custos e equilibrar o pelotão pode ser um problema.

“Nós acreditamos que a padronização pode ser até mesmo um risco para a F1 no futuro”, declarou Mattia Binotto, chefe da equipe.

Ele disse que as partes padronizadas levantam o prospecto de abandonos em massa devido a falhas nos componentes, além de contrariarem o DNA da categoria.

A Ferrari também identificou um risco potencial que acredita que pode ser até mesmo existencial: a Fórmula E.

Comentando o mais recente relatório anual da Ferrari no Sunday Express, o jornalista Christian Sylt afirmou que a equipe está preocupada com a popularidade crescente da categoria elétrica.

“A parcela de lucros relacionada às atividades na F1 pode diminuir se o desempenho de nossa equipe piorar em comparação com outras equipes ou se os negócios gerais da F1 sofrerem, incluindo potencialmente como resultado da popularidade crescente do campeonato da Fórmula E”, disse o relatório.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.