F1 – Wolff: Resultado mostra porque estamos cautelosos

Mercedes e Ferrari

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que o resultado do GP dos Estados Unidos justificou a cautela da equipe, já que as possíveis celebrações do título de Lewis Hamilton foram postas no gelo.

Hamilton havia triunfado nas quatro corridas anteriores e chegou ao Circuito das Américas invicto na pista desde 2013.

Uma vitória, com Sebastian Vettel em terceiro ou menos, teria selado o título de 2018 para Hamilton, e ele conseguiu a pole position, enquanto seu rival penalizado ficou em quinto.

Mas na corrida, a estratégia de duas paradas de Hamilton o deixou atrás de Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Max Verstappen, da Red Bull, enquanto Vettel ficou em quarto, apesar de rodar na primeira volta.

A Mercedes repetidamente ignorou a conversa de conquistar o título e avisou que a Ferrari continuava sendo uma ameaça apesar de sua forma recente, e Wolff enfatizou que o resultado da corrida provou por que era cauteloso.

“Durante toda a semana, ouvimos pessoas falando sobre nós, conversando com a Ferrari e falando como se esta temporada já estivesse concluída”, disse Wolff. “Mas essa narrativa não se encaixa na realidade da Fórmula 1”.

“Temos sido cautelosos e respeitosos com a Ferrari em todas as corridas este ano e sabíamos que eles viriam aqui para lutar muito – e assim eles fizeram. Não foi uma surpresa contra concorrentes com tal força”.

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.