F1 – Wolff questiona futuro do programa de jovens pilotos da Mercedes

Toto Wolff

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, duvidou do futuro do programa de jovens pilotos da equipe na Fórmula 1. A Mercedes, Ferrari, Red Bull, Renault, McLaren e Honda têm programas de pilotos jovens no qual ajudam e orientam jovens talentos para a F1.

A Mercedes atualmente tem três pilotos assinados em seu programa, Pascal Wehrlein, Esteban Ocon e George Russell. Wehrlein competiu na F1 nas temporadas de 2016 e 2017, mas teve que voltar para a DTM este ano depois que nenhum lugar ficou disponível na F1.

Ocon entrou no grid em 2016 com a Manor antes de mudar para a Force India para 2017 e 2018, mas o seu futuro imediato na categoria é uma grande dúvida, já que Lance Stroll se juntará à equipe em seu lugar antes do final da temporada.

Russell está atualmente competindo no Campeonato de Fórmula 2 da FIA, liderando a classificação à frente de Lando Norris, um júnior da McLaren. Norris foi anunciado como piloto da McLaren em tempo integral para a temporada de 2019 esta semana, já que a McLaren mais uma vez promove a partir de dentro da equipe.

Mas com vagas limitadas disponíveis para a próxima temporada, Wolff admite que a Mercedes poderia interromper seu programa de jovens pilotos: “Há muito interesse por trás de George, mas atualmente temos três pilotos realmente talentosos com a falta de oportunidades”.

“Isso chegou a um ponto agora onde precisamos decidir o que queremos fazer no futuro. Financiar uma equipe júnior [de Fórmula 1] não é uma opção, porque colocar 80, 90, 100 milhões todos os anos em uma equipe júnior só para manter seus jovens condutores no lugar não é o que eu gostaria de fazer”.

“E do outro lado, se os pilotos são estigmatizados como pilotos da Mercedes, parece não ser a melhor proposta de venda. Sendo um corredor no coração, eu ainda sinto que os melhores talentos precisam ser apoiados e desenvolvidos, e espero que encontremos a solução para esses caras”.

“Se não conseguirmos encontrar uma solução para esses caras, eu questionaria o programa júnior no futuro e depois voltaríamos para um modelo de piloto pagante. Hoje nós temos a Red Bull, que inventou o programa e foi bem sucedida no passado, e sendo a principal de todas no momento a seguir em frente”.

Quer concorrer a uma réplica do capacete do Ayrton Senna? Clique AQUI e palpite sobre quem vai vencer a etapa de Cascavel da Stock Car!

IB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.