F1 – Wolff quer que Lauda volte o mais rápido possível

Toto Wolff e Niki Lauda

Toto Wolff diz que quer que Niki Lauda volte ao paddock “o mais rápido possível”. A lenda da F1 e presidente da equipe da Mercedes está ausente desde o transplante de pulmão em 2018. “Ele estava lá em parte como uma muleta para Toto (Wolff) se apoiar”, disse Christian Horner, chefe da Red Bull.

Wolff já admitiu ao jornal Kleine Zeitung que ele sente muita falta do austríaco de 70 anos. “Pessoalmente, sinto muita falta dele como ser humano e como meu companheiro na batalha”, afirmou ele.

“Sua opinião é importante, sua interação com as outras equipes é importante. Ele sempre foi nosso ministro das Relações Exteriores e uma parte muito importante dessa equipe”, lembrou o chefe da Mercedes.

Lauda não está na Austrália esta semana e Wolff admitiu que não tem certeza de quando ele poderá voltar: “Nem os médicos sabem, mas gostaríamos que isso acontecesse o mais rápido possível. Mas não quero pressionar nada”.

“Eu acho que ele está em seu caminho de volta a uma vida normal, há sempre contratempos, mas a tendência é muito positiva”, acrescentou Wolff. “Eu falo com Niki todos os dias. Ele é um grande lutador com uma resiliência incrível e nosso plano é levá-lo de volta a todas as corridas”.

Wolff salienta que a recuperação de Lauda está levando “mais tempo do que planejamos”. “Esperávamos que durasse apenas seis meses, talvez um pouco mais, talvez doze, mas nossa direção é que queremos que seja como há um ano”, concluiu.

EB - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.