F1 – Wolff diz que membros da Mercedes podem ser demitidos

Toto Wolff

Conteúdo patrocinado por: selopatrocinio

Toto Wolff avisou que os membros na sede da Mercedes em Brackley estão sob pressão para manter seus empregos.

Parte do pessoal britânico da organização está no cargo desde que Craig Pollock fundou a BAR em 1998. Posteriormente, a equipe se tornou Honda e Brawn GP, e agora os austríacos Wolff e Niki Lauda chegaram para fazer mudanças após os três primeiros anos como Mercedes.

Wolff disse que um dos problemas tem sido a falta de “identidade”. Ele declarou ao jornal Kolner Stadt-Anzeiger: “Há aqueles que irão responder e aqueles que não irão”.

No entanto, Wolff negou que está se preparando para adotar um “método exterminador” em seus planos. “Não sou exterminador”, sorriu ele. “Mas eu estaria errado se não expressasse minhas opiniões e então adotasse uma estratégia orientada para o sucesso em minhas ações”.

 

LS - www.autoracing.com.br

Tags
, , , , , , , , , , , , , , , ,

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.